quinta-feira, fevereiro 28, 2002

Ainda no fechamento.
Mas contente, porque tá tudo indo bem, a capa tá bacana, bem explosiva. Só faltam dois textos pra corrigir, um detalhe no índice e pronto.
Em pleno fechamento.
São engraçados os pradoxos: no momento em que, no trabalho, pedem pra eu trabalhar mais e mais, minha saúde diz pra eu trabalhar menos.
Quando eu mais quero escrever no blog, pra desabafar essas coisas chatas, é a hora em que eu menos posso escrever. Aí que eu vejo como faz falta...
Mas tá indo tudo bem. O chefe já disse: ninguém sai hoje enquanto a revista não estiver pronta. O legal é que meu nome já vai estar como editor assistente no expediente. E é justo: tô camelando aqui pra resolver todos os pepinos finais. Até que gosto disso. Mas sem luva de gesso...
Hoje é o fechamento da Geek 19, o primeiro comigo como editor assistente... Tá uma loucura aqui. E eu com o meu gesso na mão...

quarta-feira, fevereiro 27, 2002

Então, pessoal que perguntou, eu fui no médico e estou mesmo com LER. Daqui pra frente, serão muitos erros de digitação, porque tô usando um gesso que incomoda muito. Tá doendo bastante...
Vou fazer um ultrasom na semana que vem pra ver o que deve ser feito. Droga...

terça-feira, fevereiro 26, 2002



Sensacional! O pessoal da Casa dos Artistas 2 tem um perfil super neo hippie. Gosto disso

Assim como tá o máximo o clima entre Syang e Mariana Kupfer! Alex, se liga nisso!! :-)
Nunca mais a revista Bundas na banca... Amigos jornalistas, será que acabou? Não tô sabendo. Tava pensando nisso e lembrando do slogan da revista, que coisa abosolutamente genial!
"Quem dá a cara em Bundas não dá a bunda em Caras"
hahahahaha
Empresário
Ontem estabeleci o primeiro contato com aquela que pode ser a nossa empresária. Ela pareceu bem legal e inteirada no assunto. Ainda vamos discutir muito, questão de porcentagem e tal, mas acho que ela pode ser o que a gente procura.
Pode ser hoje, mas muito provavelmente será amanhã de manhã, o hit 2000 e o 2001 nesse site. Confiram, portanto, o contador ao entrarem, e não deixem de se manifestar, aqueles que virem os referidos números lá embaixo!!
É, mantenho a média de mil por mês, mesmo não contando mais os meus acessos.

segunda-feira, fevereiro 25, 2002

Podem falar o que quiserem, mas o Palmeiras é o líder absoluto do Rio-São Paulo
Pooooorcooo, Pooooorcooo :-)
Estou aqui revisando o livro novo da minha mãe. Eu nunca disse aqui que a minha mãe é escritora de livros infantis. Ela se revelou há poucos anos, e é muuuito talentosa!
O livro novo se chama "O leão posudo" e é simplesmente excelente!!! Gostei muito, dá um orgulho...
:-)
Tem crítica social e tudo, e é uma delícia de ler. Ê, dona Marilene...
O Flexero tá com site novo. Muito dez! Confiram!
Fui chamado à sala do chefe e dessa vez os maus pressentimentos se confirmaram: estamos todos poribidos de usar programas de mensagem instantânea e para baixar MP3. Meu, isso me deixa muito triste... vai fazer muita falta deixar de falar no MSN...
AHHHH! Chega de notícias ruins. O blog era tão alto astral, tem que voltar a ser assim!
Mesmo com a diminuição no número de acessos (claro, menos posts comigo doente), estamos chegando aos 2 mil hits! Rápido, não? Só que dessa vez não sei se vai ter prêmio, não sei o que poderia ser. Também será especial o número 2001 (tinha combinado com o Evandro).
Só quero ver o que vai dar dessa vez...
Goleada!
Gente, o confronto "Casa dos Artistas" contra "Fantástico" teve pico de 50 contra 14, nesse domingo!! Têm idéia do que é isso? Pra mim, que cresci achando que todo programa da Globo era invencível, isso é uma coisa totalmente inimaginável!!

E muito bom! A TV pode estar uma merda, (o que iria acontecer mais cedo ou mais tarde), mas pelo menos estamos aos poucos nos livrando do monopólio e do poder excessivo da Rede Globo!
Eu já sabia disso, mas agora foi foda: TEM LOUCO DE TODO TIPO NESSE MUNDO!!
Acabei de ler no Diário de São Paulo: o Maníaco do Parque vai se casar em maio!
Ela mandou uma carta para ele na prisão em 1998, e assim eles se conheceram.
Acho que essa mulher é depressiva e quis achar um meio original de se matar...
Tô um pouco melhor. Marquei médico pra quarta, talvez ele me mande ficar de molho uns dias (o que não é de todo mau).
Hoje quase fui atropelado, daqueles atropelamentos de foder mesmo. Me vi sem pernas por um segundo. Sério...
Tava atravessando a avenida e já tinha passado a faixa em que vinha um carro em alta velocidade. Só que o cara tava olhando pra trás, e decidiu mudar de faixa quando tava chegando em mim. Nooossa, ainda bem que eu tinha visto um filme do Jet Li ontem. Quando o cara veio pra cima de mim, eu dei um pique pra frente, e só vi ele passar zunindo do meu lado. Foi por muito pouco mesmo.
Droga, se eu acreditasse em astrologia, talvez já tivesse lido em meu horóscopo desses dias: "momento propenso para problemas físicos".

domingo, fevereiro 24, 2002

Dois braços inflamados. Doendo muito. Talvez eu tenha que engessar, vou no médico nessa semana ver isso.
Tô aqui quieto, nem meu violão posso tocar... :-(

sábado, fevereiro 23, 2002

Há canções e há momentos
Eu não sei como explicar
Em que a voz é um instrumento que eu não posso controlar
Ela vai ao infinito
Ela amarra todos nós
E é um só sentimento na platéia e na voz
Há canções e há momentos
Em que a voz vem da raiz
Eu não sei se quando triste ou se quando sou feliz
Eu só sei que há momentos
Que se casam com canção
De fazer tal casamento vive a minha profissão

sexta-feira, fevereiro 22, 2002

Maldito seja aquele que me mandou o hino do ASA da Arapiraca, disfarçada de música do The Wings.
Maldito seja!!!!!
Mais uma semana que se acaba. Nessa, muita coisa aconteceu. Principalmente na minha cabeça. Eu senti o stress chegando perto, e eu, que sempre fiz de tudo pra evitá-lo com sucesso, comecei a ficar com um pouco de medo.
Nada pior pra alguém como eu que trabalhar no fim-de-semana. Mas ainda bem que não rolou isso. Vou continuar nessa luta, mas cada vez mais a pressão cresce. Querem que a gente fique louco, que viremos máquinas de fazer revista, de colocar letras no papel. Mas ainda bem que eu tenho as minhas prioridades, e ainda bem que elas estão tão consolidadas na minha cabeça.
Se depender de mim, o stress, a LER, a tendinite, a insônia, etc., nunca vão me pegar.
E tchau, que eu vou pra balada!
Fotos sensuais da minha musa, Feiticeira!

I'll be back


Sai desse corpo, He-Man, que ele não te pertence!

Merda, eu tenho que cuidar das minhas mãos. Sem elas eu não sou nada...
Acho que estou com princípio de tendinite... tô preocupado. Melhor escrever menos, reservar dedos pro trabalho.
Droga...
As pérolas dos nossos grandes "artistas" brasileiros.
Tiazinha é tudo!!!!!!
Huahhuahahahahahua

"Você sabia que o sol está se aproximando da Terra? Não viu como fez calor nos últimos dias?"
(Tiazinha)

"Enche de água e bota pra frevê..."
(Do genial Lulo, dando instruções para Ricardo Macchi fazer um bolo)

"Silvio Santos: "Qual a sua idade?"
Fala Gustavo (um dos gêmeos): "23"
Silvio: E há quanto tempo você e seu irmão estão juntos?
Gustavo: Há 23, oras."

"Vai correndo, que desse jeito você chega a Itaquera."
(Da riquinha antipática Mariana Kupfer ao ver o raper Xis na esteira)

"Tudo que a gente fala Deus edita."
(Adivinhem de quem é essa? Claaaaro! Da Tiazinha!)

"Que 'pírula' ?"
(De Tiazinha)

"Não querem acreditar que eu vi um disco voador. Mas isso é por causa do capitalismo."
(Tiazinha, à beira da piscina, insistindo que viu mesmo um Ovni)

"Eu já vi disco voador também... Mas eu tava num estaaaado!"
(Do rapper Xis, mostrando pra Tiazinha que ver Ovnis não é exclusividade dela)

"Você tem que ter fé no seu caminho: faith no way, entende?"
(De Ricardo Macchi, que sabe tanto inglês quanto uma capivara. Sem ofender as capivaras! Sem ofender as capivaras!)

"Sai celulite, que este corpo não te pertence!"
(Da Feiticeira Joana Prado, olhando para a própria perna e "exorcizando" alguma coisa que acabara de ver)

"Achei melhor deixar amadurecer, porque 'essas tomates' (sic) ainda estão meio brancas (sic! sic!)."
(Tiazinha, a sábia yogue)

"Estou fazendo aulas de canto, de tudo... Artista tem que saber de tudo. Pretendo gravar CD porque eu vou ser a Jennifer Lopes brasileira."
(Maaaais uma da Tiazinha)

"Você sabia que o sol está se aproximando da Terra? Não viu como fez calor nos últimos dias?"
(De Tiazinha)
A Nancy finalmente fez o teste. Pelo seu desempenho, podia ter ficado em segundo, tranqüilamente, mas errou uma pergunta ultra básica, sobre as namoradas. Daí caiu pra quinto. O Fabinho também entrou, revelando mais um apelido um tanto esdrúxulo. Mas ficou lá pra baixo, também errou uma coisa básica. Ok, a lista, que não deve ter mais grandes alterações nas primeiras posições, ficou assim, confiram suas posições:

1- Átila 85
2- Evandro 76
3- Tarcila 75
4- Dani-Dani 73
5- Nancy 72
5- Camila 72
7- Lilli 68
8- Dani Freitas 65
8- Ed 65
10- Cição 62
11- Grandjean 61
12- Carô 57
13- Cris 55
14- Alex 52
14- Rafael 52
16- Juliano 47
17- Luluca 46
18- João 45
18- Vanessa 45
20- Du 43
20- Raquel 43
22- Fabinho 41
23- Doiche 39
24- Flexero 38
25- Rodrigo Leif 36
26- Felipe 35
27- Shimabukuro 29

Engraçada foi a união dos Los Bookmakers, nas últimas posições :-) Com exceção do Átila, simétricamente colocado no primeiro lugar.

quinta-feira, fevereiro 21, 2002

O Alex realmente é um grande amigo
Hoje é o dia dos mistérios da Nancy. Depois do lance do aniversário, agora o lance do teste. Ela diz que não fez! Entrou e saiu, pensou, daquele jeito dela "Ah, isso eu faço daqui a pouco e prontuuu!!"
Daí o teste marcou só aquilo de pontos. Claro, impossível mesmo, o Cição pelo menos tem a desculpa da cachaça, mas a Nancy quase nem bebe...
Ou seja, ela ainda pode aparecer lá em cima, vamos ver.
Ok, praticamente fechado o teste (os favoritos já foram), vou divulgar aqui o resultado:

1- Átila 85
2- Evandro 76
3- Tarcila 75
4- Dani-Dani 73
5- Camila 72
6- Lilli 68
7- Dani Freitas 65
7- Ed 65
9- Cição 62
10- Grandjean 61
11- Carô 57
12- Cris 55
13- Rafael 52
13- Alex 52
15- Juliano 47
16- Luluca 46
17- João 45
17- Vanessa 45
19- Raquel 43
19- Du 43
21- Doiche 39
22- Flexero 38
23- Rodrigo 36
24- Felipe 35
25- Nancy 33
26- Shimabukuro 29

Faltam algumas pessoas, como Carlão, Rodrigo (da banda), etc., mas dificilmente haverá mudança nas primeiras posições...
Legal, Átila, gostei de saber que você guardou algumas coisas que a gente conversava nos almoços da Bookmakers. Legal também o desempenho do Evandro, Tarc, Dani e Camila, Lili e Dani Freitas, que me conhece há tão pouco tempo.
Mas sempre lembrando. Esse teste é só uma brincadeira besta, tem pessoas que estão lá embaixo e que me conhecem pra caramba. E digo a eles: não precisam se preocupar, eu sei disso! :-)
Meu time foi eliminado da Copa do Brasil pelo ASA de Arapiraca. Vergonha, vergonha, vergonha...
E mais uma prova do que eu sempre digo: futebol que ganha, hoje, é o futebol de raça e marcação. Sempre. Viu, Luxemburgo??
Pra quem não entendeu nada, fui alertado há pouco. O aniversário da Nancy é dia 23/2, mas a festa é em 2/3, realmente. Isso porque não dava tempo de montar tudo em poucos dias.
Enfim, esse fim de semana, portanto, deverá haver alguma reunião mais low profile. Festança mesmo, só no sábado que vem, mesmo.
Pronto, tudo explicado.
Meus amigos são loucos!! Depois de o Cição assinalar um nome de banda que ele próprio criou, a Nancy, cantora da minha banda, disse que eu fiz 10 músicas. Meu Deus!!!
Absurdo!!! A Nancy, última grande favorita, ficou em penúltimo no teste! O que será que aconteceu? Vou ver as respostas ainda.
Esse teste não presta mesmo...
A Nancy chama para o seu aniversário, no sábado. Compareçam!
O convite que ela mandou:
"Não marque nada para sábado, dia 2/3, a partir das 23h30. Você está intimado a comparecer ao bar Luar de Parati, rua Ministro Godói, 944, em frente à PUC e no quarteirão da Nancy, para a animadíssima festa da mesma, que estará comemorando seus 28 aninhos com seus entes queridos. Atenção para a imperdível roda de violão com presença da banda Quanta Planta e quem mais levar seu intrumento no 2º andar da casa! Haverá consumação de 5 reais mínimos. Cervas em promoção: Antarctica e Bavaria a 2,20 reais, Bohemia a 2,80. Todos os freqüentadores do Ouvido Eletrônico e seus acompanhantes estão convidados!

Beijocas, thank you
Nancy"

quarta-feira, fevereiro 20, 2002

Cinema com a galera do trampo. Nem sei o nome do filme. Só sei que tem a Jennifer Connely (já basta). Fui!
Corrigi lá embaixo, Camila está em quinto, não em sétimo. Tem que eliminar os que não valem, "Astronalta do Amor" e "Grandjean 2"
Ok, ok, como diria o fantástico Hélio Rubens, mais um favorito foi pro espaço! Cição ficou em 9º, com apenas 62 pontos. Era o único que sabia todas!! Era só puxar pela memória. Ele conseguiu errar a do nome das bandas, sendo que ele tocou em todas... E assinalou o nome que ele próprio criou! Só podia estar bêbado quando fez o teste.
Bom, Átila caminha gloriosamente para o título, só faltando agora uma favorita, Nancy, e a preocupação com uma possível surpresa (sempre pode ter alguém que consegue chutar tudo certinho...). Completando o pódium, continuam Evandro e Tarcila (Grandjean tem menção honrosa, mas não valeu porque ele fez duas vezes. Conta a primeira, em que está em 10º, por enquanto)

Cição, Cição, quanta pinga tava na sua cabeça, meu filho??
Novidade: vamos ter que começar imediatamente a fazer a Geek 19, com um detalhe: são apenas 7 dias pra fazer a revista inteira (só temos dois diagramadores). Tudo bem, se Deus fez um mundo com esse prazo nas costas...
Hahaha
No teste da Juliana, a Camila tentou três vezes e não conseguiu fazer 100 pontos. Deu 93, depois 99 e aí caiu pra 98. No meu teste, ela era uma das favoritas a tirar o trono do Átila, mas não deu. Foi bem, ficou em 5º, mas também podia ir melhor. Descobri que o Átila sabia tudo mesmo, guardou bem as informações. Já sei, trabalhar com alguém, 8 horas por dia, almoçando junto, por muito tempo, faz com que saibamos muita coisa das pessoas. E ele lembrou de tudo mesmo. Bacana.
Primeiro lugar com louvor, por enquanto, esperando apenas dois favoritos: Cição e Nancy. Cadê vocês???
Matérias de hoje: duas páginas sobre jam sessions online e outras quatro sobre gravadores de DVD. Não é fácil, não. Mas como é mais tranqüilo escrever sobre música...
Fui almoçar com o Alex hoje, foi bem legal. Entre a pauta do almoço, nosso plano de ir pra Londres. Era pra ser esse ano, mas com as mudanças aqui na editora, pode ficar pra mais tarde. E aí, quem sabe vamos juntos. Outras pessoas também falam que querem ir, seria o máximo juntar uma galera grande. Mas aí é um sonho um pouco impossível.
O que faz o preconceito...



Não queria falar de política nem ser panfletário, mas fiquei com vontade de dizer aos visitantes de outros estados uma coisa que rola por aqui: a administração do PT em São Paulo é show de bola! Falando sério, eu nunca vi uma prefeitura tão séria e com tanta vontade de mudar as coisas. Principalmente na questão do investimento em programas sociais, que é tipo 100 vezes maior que na época do Pitta (ou até mais). Eu não concordo com tudo, como o aumento no ônibus (ouvi a explicação da prefeita e não concordei) e diminuição da verba contra enchentes (nem ouvi explicação). Mas de resto... Tem muito ônibus novo na rua, as linhas estão bem mais organizadas (dá pra sentar em horário de rush!) e, principalmente, resolveu-se de forma surpreendentemente rápida o problema das lotações.

Conclusão: quem fala mal da prefeitura de uma forma geral, ajudando o Maluf e Rossi a se elegerem pra governador, é irresponsável, burro ou muito mal-intencionado...
Surpreendentemente, o Átila está ganhando até do "Astronalta do Amor"! Que por sinal eu não considero em segundo, porque nem sei quem é. Em segundo ainda está o Evandro, já que o Grandjean fez o teste duas vezes... E Tarcila em terceiro, pra completar o pódium. Dentre os favoritos, só faltam Cição, Camila e Nancy.

Só que, como dizem o Alex e a DaniDani, isso aí não diz se você conhece ou não alguém. Só diz o quanto de informação você guarda sobre alguém. Na verdade, conhecer mesmo é saber, mesmo sem precisar racionalizar, o que a outra pessoa deve estar fazendo, como deve estar se sentindo, saber das suas preocupações, problemas, etc. Nada que dê pra se medir em um teste como esse. Mas de qualquer forma é divertido ver como as pessoas se enganam em certas coisas. Chegaram a dizer que eu nunca namorei e que odeio o Palmeiras!!

terça-feira, fevereiro 19, 2002

Já que o "Astronalta do amor" (puta coisa brega, e ainda errada) não se identifica, ainda estão, na ordem: Evandro, Tarcila, DaniDani, Lili, Dani Freitas, Rafael, Alex, Juliano, Lu, Raquel, Du e Doiche. Pô, Alex e Lili (minha irmã) podiam ter ido melhor :-) Mas tudo bem, às vezes na pressa a gente erra.
Eu quero ver é Grandjean, Nancy e Cição responderem... Inclusive tem uma que só o Cição sabe, eu acho. Aliás, a única realmente difícil, aquela sobre as bandas. Já tive muita banda nessa vida, acho que umas 8. Nem lembro de todas direito, ontem tinha que ficar tentando lembrar os nomes, tava foda.
Merda de novo! Quem é "Astronalta do amor"?? Tá em primeiro lá no teste. Revele-se!! E porra, identifiquem-se direito!
Putz, que idiota, não tinha lido os comments! O Umpluft é o Evandro, que então esá em primeiro, e o "..." é a Dani Freitas, deu pau no sistema de assinaturas. Então está, por enquanto: Evandro, Tarcila, Dani Dani, Dani Freitas, Lu e Du. Falta muita gente ainda!
Ah, e fiquei contente de ver que a Dani Dani entra no meu site mesmo, ela viu logo o teste e foi bem, por enquanto está em segundo!
Merda! Quem é o Umpluft que está em primeiro lugar?? E ainda tem o "..." em quarto! Seguinte, não pode ter enganação, héin galera?? Por enquanto considero que a Tarcila está em primeiro!!
E é aquela coisa, olhando o resultado parece que eu só conheço mulher. Mas a culpa não é minha! Tirando o Evandro e o Alex, os meus amigos entram no site de vez em nunca. Onde estão vocês, Cição, Grandjean, Carlão, Rodrigo, etc.??
A hora da verdade!
Eu sei que já preciso ir dormir, mas não resisti em colocar isso no ar logo. Aí, gente, é um teste pra saber se você me conhece de verdade. É rápido: pra entrar no teste, clique aqui. Acho que tá bem feito, então vai ter um resultado correto. Não deixem de responder! Quero só ver no que vai dar... :-)
A hora da verdade!
Eu sei que já tá na hora de dormir, mas fiz um teste aqui offline e fiquei louco pra botar no site logo.
Seguinte, apenas algumas questões pra ver quem me conhece de verdade. Acho que tá bem feito, nada muito fácil, que é pra dar um resultado correto. E também nada muito demorado, então não deixem de responder! Você acha que me conhece? Quero ver, clique aqui!

segunda-feira, fevereiro 18, 2002

Ainda estou devendo a lista com minhas obras preferidas, em música, cinema, etc. Mas, por enquanto, vou cumprindo a promessa de mostrar aqui uma pérola do Chico Buarque e Milton Nascimento. Uma música que eu só ouvi no show Tambores de Minas (98), do Milton, dirigido pelo Gabriel Vilela. O melhor show musical que eu já vi na vida (assisti a ele duas vezes). Foi tão bom, que eu indiquei pra todo mundo, e quando o Grandjean e a Nancy foram ver, me ligaram pelo celular, do meio do show, pra agradecer a indicação.
A música se chama Léo e é linda, simples como tudo do Milton, e é super bem tocada e (claro) cantada, incluindo uma citação da igualmente maravilhosa "Clube da Esquina nº 2". A letra do Chico, então, não preciso falar nada. Ela conta a história de um cara de uma forma super-original, quase só usando substantivos. Uma união de talentos realmente fantástica. Se puderem, vão atrás do disco Tambores de Minas ou peguem na Internet e ouçam por si sós. Pra minha mãe, é a melhor música que ela já ouviu. Difícil pra mim discordar.

Léo
Milton Nascimento e Chico Buarque

Um pé na soleira e um pé na calçada, um pião
Um passo na estrada e um pulo no mato
Um pedaço de pau
Um pé de sapato e um pé-de-moleque, Léo

Um pé-de-moleque e um rabo de saia, um serão
As sombras da praia e o sonho na esteira
Uma alucinação
Uma companheira e um filho no mundo, Léo

Um filho no mundo e mundo virado, um irmão
Um livro, um recado, uma eterna viagem
A mala de mão
A cara, a coragem e um plano de vôo, Léo

Um plano de vôo e um segredo na boca, o ideal
Um bicho na toca e o perigo por perto
Uma pedra, um punhal
Um olho desperto e um olho vazado, Léo

Um olho vazado e um tempo de guerra, um paiol
Um nome na serra e um nome no muro, a quebrada do Sol
Um tiro no escuro e um corpo na lama, Léo

Um nome na lama e um silêncio profundo, um pião
Um filho no mundo e uma atiradeira
Um pedaço de pau
Um pé na soleira e um pé na calçada, Léo
Que coisa, o Flamengo! O time de maior torcida do Brasil, com quase o dobro em relação ao Corinthians (segundo colocado), não consegue mais ganhar de ninguém. Treze jogos (seis meses) sem ganhar no Maracanã! Já estava na hora de a torcida mandar esses dirigente cariocas pra bem longe e tomarem o poder nos clubes. É um absurdo o que fazem, usando o time como trampolim para a carreira política, sem conseguir o mínimo de planejamento pra pagar os salários dos jogadores.
Enfim, precisam ter mais respeito com o Flamengo, Vasco, Botafogo, que são algumas das alegrias dos cariocas. Assim como fazem no Fluminense, depois de terem que passar pela vergonha de ir pra terceira divisão.
Quem sabe assim a gente não tenha que ver o time chato do São Paulo ganhar em pleno Maracanã...
Ontem houve uma cena engraçada em casa. Marcamos ensaio com a nova banda do Cição, pra estrear as novas vocalistas. Achamos elas depois de um show do Quanta Planta e ficamos impressionados como a menina conseguia cantar afinado no meio de tanta zona sonora. Demos o nosso telefone à irmã dela e fomos embora. Depois marcamos tudo por telefone mesmo.
As duas têm 15 anos e nunca tinham visto a gente. Conseqüência: esse foi o meu primeiro ensaio com fiscalização do pai da vocalista. Sim ele foi atá a minha casa e ficou assistindo o tempo todo. Nada mais natural: vai que eu e o Cição somos dois tarados que não tocamos porra nenhuma, só queremos nos aproveitar das duas... Mas não, foi tudo sossegado e elas são muito legais (o pai também é gente boa).

Outra coisa. A menina disse que a irmã virou fã do Quanta Planta depois daquele show e que conseguiu baixar várias músicas usando um LimeWire da vida. Porra, nem sabia que as nossas músicas já tinham caído nessas redes de troca de MP3! Já acham meu site no Google, nossas músicas no LimeWire... tô ficando famoso!!
Teve um carinha que entrou aqui no blog procurando por "xaiane pelada" no Google! Melhor: teve três caras que entraram aqui digitando "xaiane alguma coisa" no Google. Essa mulher nem bonita é, mas é foda, acabou ficando famosinha mesmo.
Então já sei, o negócio é ficar escrevendo nome de mulher famosa aqui, pra gerar hits... Bom, se for assim, pelo último post, acho que vou ganhar várias visitantes novos :-)
A Globo vai tremer!
Começou!!
Casa dos Artistas 2 deverá ser a maior surra de audiência que a Globo já tomou em todos os tempos. Já começou com pico de 47 a 19 no Fantástico. Com Feiticeira, Tiazinha, Ellen Roche, Ricardo Macchi, etc. (que de artistas não têm nada), ninguém mais vai querer saber do Big Brother, já era! E vai ser assim: ou a pessoa assiste pra ver as bundas, ou pra ajudar a ferrar a Globo! Não importa qual o seu motivo, assista e, se acabar viciando, use os links abaixo pra ver a casa 24 horas por dia (mas cuidado pra não ser demitido no trabalho). Só para assinantes UOL.
http://casa.uol.com.br

domingo, fevereiro 17, 2002

Que noite, a de ontem... Saí às 18h e só voltei às 8 da manhã. Em 15 horas (teve o fim do horário de verão), muita coisa aconteceu.

Pra começar, fomos gravar as músicas do prêmio Visa. Ficaram muito boas, eu acho que foram as melhores gravações de voz e violão que a gente já fez. Finalmente achamos alguém que manja mesmo legal de Pro Tools, o George. A Nancy cantou pra caralho e o meu violão tá melhorando em estúdio. Só não gostei de como ficou na música do Cartola, mas tudo bem, porque eu nunca tinha gravado um samba antes, e esse ainda era em fá menor... Nas outras eu fiquei razoavelmente satisfeito, gravei até um solo na música do Zeca Baleiro! Nunca tinha feito isso antes. Mas era coisa simples.
Bom, gostei do resultado, mas sempre tem os "poréns". Os desse caso é que não mostramos um trabalho muito consistente, tiramos as músicas e gravamos em apenas uma semana. Também tivemos que fazer uma coisa simples, não pudemos usar toda a instrumentação que as músicas pediam. Mas com certeza estamos com um resultado muito melhor que o do Visa do ano passado.

Acabada a gravação, cansados e com fome, fomos ao aniverásio do Cição, no DJ Clube. Como sempre lotada, a casa é o inferno pra quem tem claustrofobia. Lá, tivemos que armar uma briga com leão de chácara pra fazer o Carlão e a Melissa entrarem. Já estavam dentro eu, Nancy, Grandjean, Evandro, Alex, Cição e Alexandre. Depois de tudo resolvido, fui lavar a roupa suja com o Alex (sim, esse blog já causou muitos problemas). Claro que deu tudo certo. Depois, um montinho de despedida sobre o Carlão (ele está indo morar em Floripa amanhã). Foram 300 kg sobre a sua pessoa. Ele agüentou bravamente, mas depois começou a passar muito mal. Quem vomitou, porém, foi o Evandro, que tinha bebido metade da garrafa de whisky do Cição. Os dois estavam muuuuito bêbados. Resultado: fomos embora, com o Alex dirigindo o carro do Evandro pra deixar ele em casa. Depois, pra fechar a noite (já dia), café da manhã na Casa do Padeiro, onde acabamos cedendo e caindo novamente na discussão política (saco!). Cição e Alexandre, anarquistas convictos, contra Alex, tucaníssimo. Só podia dar em exaltação de novo.

Fim da balada, sete da manhã, Maurício faz tour por São Paulo pra deixar todo mundo e só então cair na cama.
Aproveito pra desejar de novo toda a sorte do mundo pro Carlão, em Florianópolis. Mas acho que não precisa. Seria melhor ele desejar a nós boa sorte por ficarmos em São Paulo.:-)

E, como registro final, o momento sonoro que mais marcou a noite: "My Generation", The Who. Sorte pra quem tava na pista.
Pra quem se importa, cheguei

Bola de Meia, Bola de Gude
Milton Nascimento / Fernando Brant

Há um menino, há um moleque, morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança ele vem pra me dar a mão
Há um passado no meu presente, um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra o menino me dá a mão


E me fala de coisas bonitas que eu acredito que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito, caráter, bondade, alegria e amor
Pois não posso, não devo, não quero viver como toda essa gente insiste em viver
E não posso aceitar sossegado qualquer sacanagem ser coisa normal


Bola de meia, bola de gude, o solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança o menino me dá a mão
Há um menino, há um moleque, morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança ele vem pra me dar a mão


Pode parecer piegas, simples, banal. Mas se fosse tão banal assim, a gente não se esqueceria tanto de tudo isso.
Vou dormir um pouco, tô precisando.

sábado, fevereiro 16, 2002

Intuição
Tem uma coisa que eu gosto em mim: ao mesmo tempo em que eu sou racional em muitas coisas, eu também sei colocar um foco emocional forte nesse pensamento racional. E o melhor de tudo é quando entra um terceiro elemento nessa história: a intuição.
Só outro dia eu me dei conta de como a minha intuição funciona bem. Eu vou seguindo, fazendo escolhas, muitas vezes sem conseguir racionalizar, e quando eu olho pra trás, dificilmente eu me arrependo.
Simplesmente adoro a minha intuição, um recurso que eu uso quando todo o resto falha.
Como eu passo o dia na frente do micro, tenho que comparar: ela é como se fosse um processador muito rápido, que só usa dados da memória cache :-). Nossa intuição usa apenas o que é importante, pesa tudo, faz julgamentos, de forma absolutamente rápida, sem que nós nem imaginemos o que está acontecendo. E, se confiarmos bastante nela, temos sempre mais chance de acertar.
Descobri que sou intuitivo. E adorei.
Esse HH foi dos melhores! Só a galera mais assídua, menos o André. Por quê? Bom, nosso Flexero foi picado por um mosquito e tá com a perna inchada, parece que até com elefantíase :-) Esse negócio de mosquito não tá fácil não.
Pra variar, o Rodrigo, com o meu apoio incondicional, tocou a zona. Essa é a segunda vez que vamos no Viena. Já fomos colocados no cantinho. Da próxima, acho que nem entramos. Teve cenas hilárias, sendo que a melhor foi a do Rodrigo comendo uma pedaço de pizza de chocolate da maneira mais nojenta já vista, enquanto as meninas da mesa do lado gritavam: "Que coisa nojenta!"
Claro que tiramos várias fotos disso, com o nosso super-fotojornalista de plantão, Bruno Doiche. Em breve, tudo documentado em seu site.
Quanto ao Átila: tsc, tsc, pra variar, disse, garantiu, jurou que ia, mas não deu as caras. Ok, ok, não gosta da gente, nós entendemos...
Até o próximo HH!

sexta-feira, fevereiro 15, 2002

Agora é happy hour com a galera da Bookmakers. HH6!! Espero que todos vão até lá, inclusive o Átila. Só vejo pizzas na minha frente :-). Bom final de semana pra mim e pra todos!
A balada de terça-feira de carnaval foi muito legal. Muito bom rever a Camila, ver como ela está bem, bonita e tudo mais. A Du também, apesar de ela ter fugido pro Manifesto. E a Melissa, que pareceu ser muuuito gente fina. Curti mesmo. Espero que essa galera não suma de novo, vamos continuar marcando coisas. E, pra começar, podem ir na festa do Cição. Eu é que não sei se vou sexta ou sábado...
Na verdade, por enquanto, serei editor assistente. Darei uma ajuda ao Aléssio na organização das pautas, o que é foda, já que são três revistas por mês, e temos que pautar tudo com meses de antecedência (as revistas não são frias. São congeladas!). Depois, sim, devem largar tudo na minha mão. Enfim, pode ser que dê certo, mas o importante é eles terem confiado em mim e o que isso pode representar no meu currículo. A ida pro exterior e o estudo de história da música vão ter que esperar um pouquinho.
Não queria ter que parar de atualizar o blog. Foi uma coisa muito legal ter feito esse site. Achava que blog era besteira, mas acabei conhecendo um monte de gente por aqui. Quem diria que conselhos corriqueiros da Tarcila e da Vanessa, no mesmo dia, iriam dar nisso.
Tem gente que acha que blog não é nada mais que um diário público. Mas eu não acho. Antes, as pessoas escreviam para si mesmas. Agora, escrevem pra todos verem. Com isso, acabam pensando mais naquilo que estão escrevendo e muitas vezes até inventando histórias e personagens, fazendo daquele diário um verdadeiro exercício criativo. Todos estão criando, e bem. Todo mundo que escreve em blog, por estar falando com tanta gente, acaba aprendendo uma nova maneira de descrever a própria vida.
Eu digo que aqui eu não inventei nada. É tudo verdade, sem nenhum exagero. E é legal escrever essas coisas, pensar nas formas de redigir e tudo mais. Um exercício interessante que eu não tava mesmo a fim de largar.
Acontece que agora eu não vou ter tanto tempo pra ficar atualizando o blog. Ou seja, é o fim dos seis posts por dia. Mas talvez eu pegue uma hora, à noite, pra botar algumas coisas por aqui. Espero não ter que me acabar de trabalhar com essa história...

quinta-feira, fevereiro 14, 2002

Maurício, venha cá!
Levei um susto no telefone. Será que ele vai me demitir? Descobriu que eu ando conversando demais pela Internet? Vai reclamar das revistas fora do prazo? Não. Ele apenas me comunicou que o cajado será passado a mim e eu deverei ser o novo editor da Geek!!
É difícil acreditar quando a gente recebe essas notícias. Sempre vem na minha cabeça: "Eu?? Não vou conseguir!, tá louco??". Depois vai acalmando. Mas eu tô feliz, mesmo sabendo que estarei fodido nos próximos meses. Porque vai valer a pena.
Bom, só esclarecendo, ele disse que, enquanto eu estivesse em período de testes, podem me substituir por outro melhor, se aparecer. Mas tudo bem. Só o convite já me deixou orgulhoso pra caramba.
Tenho que dizer de novo: tô feliz!!
A vingança dos animais! Não sei por que, mas me identifiquei mais com o porco...







Para quem ainda não entendeu a diferença entre software e hardware, o Átila tem a explicação definitiva:
- Software é a parte que você xinga.
- Hardware é a parte que você chuta.
Na sexta, antes do happy hour (fomos eu, João, Tiago, Denise e Juliano), a editora inteira assistiu ao filme pornô mais comédia de todos os tempos! Não vou comentar os detalhes sórdidos aqui, mas queria registrar isso. A mulher tava com um viado e o cara, por motivos óbvios, não funcionava por nada nesse mundo. Então eles tiveram que usar assessórios. Estavam em um lugar imundo, com um colchão no chão e um monte de pneu (!!) em volta. A mulher, uma motoqueira desbocada, ficava falando todo tipo de merda, com um sotaque carioca forçadíssimo. Cada frase sem noção dela, a editora vinha abaixo! Só aqui mesmo pra rolar essas coisas...
Tava vendo em outros blogs uma discussão sobre o vício de blogar. Realmente, isso vicia. É verdade, agora eu fico pensando em posts durante o dia. Penso em alguma coisa e, quando acho legal, já imagino como ficaria o texto no site. Acaba virando uma coisa até obsessiva.
E foi muito bom ter feito o blog, porque na verdade eu já estava com vontade de fazer coisas assim há algum tempo. Queria escrever um livro, no começo de 2001. E ele seria um pouco no formato do blog (e eu nem lia blogs, na época), porque comentaria as coisas que aconteceriam no meu dia-a-dia, inspirado no que fazia, por exemplo, um Saint-Exupéry. Mas desisti, por falta de tempo (assim como desisti do violoncelo). Mas agora acabei, meio que sem querer, fazendo isso, entrando no mundo desses pequenos livros modernos que são os blogs. E acho que vai ser difícil sair...
Cição faz aniversário e vai comemorar em três baladas (o cara anda mais baladeiro que nunca...). Aí vai, pra quem não recebeu ou não leu o email/convite dele. Eu vou na do sábado. Compareçam!

1º etapa 15/02 (sexta)
Brit Bar (rock 80'e 90')
Ru Cardeal Arcoverde, 1857 - V. Madalena
R$ 5,00 entrada (as vezes não é cobrada a entrada)

2º etapa 16/02 (sábado) acho que levarei um Whisky...
DJ Club (indie rock)
Alameda Franca, 241 - Jd. Paulista
R$ 15,00 de consumação com nome na lista,
R$ 20,00 (cons) ou R$ 10,00 (entr)

Etapa final 20/02 (quarta)
Brancaleone - Black Misic (Samba-Rock, Hip-Hop, Disco, R&B, etc) com DJ Hum
Rua Luís Murat, 298 - V. Madalena
R$ 15,00 consumação (com nome na lista)
ou R$ 25,00 de consumação

quarta-feira, fevereiro 13, 2002

Daqui a pouco tem mais um ensaio pro prêmio Visa. O repertório será:
Basta de clamares inocência - Cartola
Circo Místico - Edu Lobo e Chico Buarque
e uma música do Zeca Baleiro, bem desconhecida, nem sei o nome. Acho que tá ficando legal. Ainda tem uma música nossa, que não sabemos qual será.
É muito legal sair com o Cição quando ele fica bêbado. Ontem, no Ó, tava muito engraçado. Ele realmente não podia sair de lá sem aprontar alguma confusão. Ficava gritando: "Vamos fazer um escândalo!!" E quase conseguiu! Só tenho amigo louco...
Putz, a Beija-Flor foi vice de novo! Tetra-vice!! Não é possível, nos três últimos anos, quando a precisão das notas era de meio ponto, perdeu por meio ponto. Agora, que a precisão é de um décimo, perdeu por um décimo! Que merda. Eu sou muito pé-frio mesmo. Pelo menos perdeu pra Mangueira, mas eu preferia que fosse o contrário, Beija-Flor em primeiro e Mangueira em segundo...
Por falar em Clube da Esquina, a próxima novela da Globo, "Coração de Estudante", vai estar cheia de músicas do grupo, como "Maria Solidária" e a música título. Pena que não vai dar pra eu ver...
É tão bom quando você pensa em ajudar um amigo e a coisa sai melhor que a encomenda!!

terça-feira, fevereiro 12, 2002

Eu adoro Beto Guedes! Entre todos do Clube da Esquina, as músicas dele, principalmente as do tempo da "Página do Relâmpago Elétrico" (1977, o ano em que eu nasci) talvez sejam as que mais têm cheiro de mato, de estrada de terra, de serras mineiras.
Acabei de ler um artigo sobre ele, veja aqui.
Vou tentar colocar coisas sobre política e imprensa aqui só quando pintar alguma coisa realmente nova muito interessante. Senão o blog acaba ficando muito chato, porque política e imprensa, ainda mais no Brasil, são troços de chorar, de fazer você ficar deprê na hora. Sacanagem pouca é bobagem...

Depois tem outra, sobre esses assuntos, todos os que entram por aqui mais ou menos que concordam com tudo, são suficientemente esclarecidos e têm opiniões muito cristalizadas, então não tem porque ficar abordando muito essas coisas. Até com o Alex concorda-se com quase tudo, tirando o fato de ele idolatrar o PSDB e a Veja. Mas é melhor deixar pra lá, senão o efeito "Feitiço de Áquila" acaba atingindo o meu blog também :-)
Hoje, depois de começarem os ensaios pra gravação do prêmio Visa, resolvi descansar um pouco em casa e ver um pouco dos desfiles. Tô curtindo muito os temas! O Império Serrano escolheu Ariano Suassuna, a Mocidade pegou o Grande Circo Místico e até a Imperatriz, que eu meio que odeio, tá agora falando dos índios.
Na Mocidade, a Carolina Dieckman tava linda na comissão de frente, no papel da Beatriz. Digna da música de Chico e Edu Lobo. Tô tentando achar a Dani, que tá lá no Setor 1, mas tá difícil. Bem que eu falei pra ela levar um cartaz ou botar aquelas TVs de papelão na cabeça... :-)

E pra, pelo menos por enquanto, terminar de falar de desfile, que maravilha da arte popular que é a bateria de escola de samba! Uma verdadeira orquestra de percussão, totalmente única. Não tô exagerando não, cada vez mais as tais "paradinhas" vêm sendo orquestradas num trabalho digno de qualquer maestro tradicional. Totalmente ducaralho.
É estranho, mas eu consigo adorar a Beija-Flor quase tanto quanto eu gosto do Palmeiras! Tudo por causa das maluquices Joãozinho Trinta, nos desfiles de quando eu era criança. Principalmente aquela de 89, um desfile todo com páginas de jornais. Desde que eu me conheço por gente, ela tá sempre entre as três primeiras. Nos últimos três anos foi vice, só atrás da escola do presidente da Liga, compreensível...
Também, é a escola com o nome mais bacana, quem pode discordar disso? Esse ano, já tá de novo em primeiro, na opinião do público.

sexta-feira, fevereiro 08, 2002

Ok, galera, tô saindo fora pro carnaval. O que vai ser do carnaval? NÃO FAÇO A MENOR IDÉIA!! Opções de viagem não faltam, mas há compromissos e outras cositas aqui em São Paulo. E como odeio dúvidas, vai ser qualquer nota mesmo... vamos ver.
Que sacrifício escrever 5 mil toques diários e ainda atualizar o blog decentemente! Minhas mãos estão doendo pra caramba, tenho que tomar cuidado com a tendinite... Droga, deixa eu fazer uns alongamentos aqui.
Hoje não, que o trabalho está me consumindo muito, mas em breve vou mostrar aqui uma letra maravilhosa, daquela que a minha mãe já considerou a melhor música que ela já ouviu (e pra mim, é mesmo uma das melhores). É "Léo", do Milton Nascimento e de Chico Buarque. Junta o meu cantor e um dos meus compositores favoritos (Milton) e o meu letrista favorito (Chico), e já viu no que dá.
A música conta a história da vida de uma pessoa de uma forma muito bonita, usando só substantivos. Maravilhoso.

E isso me lembra: tenho muita facilidade pra dizer as minhas coisas favoritas em cada área, então daqui a pouco também venho com uma lista completa sobre o assunto.
Renata Aquino abalando as estruturas do mundo open-source!!! Mr. Richard Stallman está puto (novidade)!! de Icaza também! E o melhor de tudo: ela é minha amiga!!!! :-) Parabéns, Rê, a gente não deixa você ir para a cadeia!
Veja novo destaque da Rê no The Register aqui, com direito a carta de resposta de Stallman.
O Alex (que precisa dar um jeito na arrogância, quando se discute política) pediu e eu estou colocando como post um comment que ele escreveu, com os devidos recados para todos. Como eu estava falando sobre bebidas lá embaixo, ele começa dessa forma:


"Êta nóis... Mauricinho cada vez mais bebum... "Tornei-me um ébrio/é na bebida que encontro salvação"... é a marvada, é a marvada...
Agora falando sério, como provavelmente esta é a última vez que acesso o Ouvido até depois do Carnaval, vou dar os recados que tenho de dar separados em ítens, pois cada um é específico para uma ou mais pessoas em particular. Vamos à eles, mas antes esclareço: vou colocar os nomes dos destinatários em maiúscula, mas deixo claro que é só para chamar a atenção da pessoa, não estou aqui gritando com ninguém, que eu sou um rapaz muito educado.
Vamos lá:

a) Para MAURICINHO e GRANDJEAN: em relação à nosso debate sobre as capas de Veja, acabo de deixar lá no post respectivo aquela que me parece ser a resposta definitiva às argumentações de vocês. Nesta resposta eu, com meu brilhantismo habitual, esclareço gentilmente a ambos a verdade histórica daquele período, encerrando assim este profícuo debate. Só me desculpem por alguns erros gramaticais no comentário, é que não tive paciência de revisá-lo, era meio grande (preciso aprender a colocar comentários menores em Blogs);

b) Para NANCY: Nan, minha querida irmã, o Mauricinho está certo. Você anda mesmo meio sumida. Provavelmente, vou aparecer aí em Perdizes na sexta-feira, para ir na PUC; que acha da idéia de almoçarmos juntos, só pra colocarmos a conversa em dia? Eu ficaria feliz se você aceitasse. Se hover condições, me ligue para combinarmos;

c) Para LULUCA: Luluca, você apareceu! Vi seu comentário alguns posts abaixo. Que legal, espero que tenha gostado do Ouvido, apareça mais vezes. Embora o dono da casa seja o Mauricinho, tomo a liberdade de fazer minhas as palavras dele: seja bem-vinda;

c) Para o CARLÃO: Valeu, Carlão! Obrigado por ter saído em defesa do glorioso tricolor paulista em post recente neste Blog. Eu estava mesmo precisando de ajuda. Porquê o jogo aqui é duro para São-Paulinos, este é terreno adverso para mim (afinal, é o Blog de um palmereinse convicto). E eu estou sozinho neste sentido. O Grandjean, por exemplo, também é São-Paulino, mas é um tricolor desnaturado: sempre me deixa sozinho defendendo a bandeira negra, vermelha e branca do SPFC, não dá nem uma palhinha em meu auxílio. De modo que sua entrada, de carrinho, em defesa do São-Paulo é muito bem-vinda;

d) Para o EVANDRO: pela enésima vez, senhor Evandro, o senhor me deu o bolo. Disse que ia me ligar para marcarmos de irmos juntos num restaurante japonês e conversarmos e néca de pitibiriba, não ligou. Como se já não bastasse aquela ocasião em que combinamos de irmos juntos naquela exposição de universidades estrangeiras, no São Luís, e você não foi alegando que tinha ido ver sardinhas coloridas na Barra Funda. Francamente, Evandro, que comportamento;

e) Para a VERA FISHER, NÚBIA ÓLIVE (eu adoro mulheres más) e MEL LISBOA: meninas, vamos parar imediatamente com esta história de ficarem ligando para meu celular e fazendo propostas indecorosas ao telefone para minha pessoa! Já lhes disse que eu e a Brit (que é como chamo na intimidade a Britney Spears) estamos comprometidos e vivendo um momento muito bonito de nosso relacionamento. Ela, inclusive, garantiu para mim que de fato ainda é virgem, e explicou-me que aquele episódio em que a peguei pelada no tapete da sala com o motorista, três seguranças, o encanador, dois dobermans e um bode preto em cima dela foi apenas parte de uma coreografia nova que ela estava inventando ali, na hora, para mostrar nos shows, e nada mais. Portanto, estou comprometido, parem com isto;

f) Para TODOS: como permanecerei neste carnaval em São Paulo, cortando cana no grande canavial chamado Banco Itaú, declaro para todos os fins que estarei disponível para idas ao cinema, teatro, baladas, festas, bailes, comemorações diversas, viagens curtas, chás da cinco com torradas ou orgias pan-sexuais, enfim, estamos aí. Interessados em minha altíssima presença nos programas acima descritos devem me ligar, no telefone celular de número já sobejamente conhecido.

Beijos e abraços múltiplos,
Alex."
Chora, Rede Globo!!
Gente, os dias do BBB estão contados!! Saiu a relação dos famosos que participarão do Casa dos "Artistas" 2! E é arrasa quarteirão! Ellen Roche, Feiticeira, Tiazinha, entre as mulheres, Cigano Igor, o ex-da própria Feiticeira Vitor Belfort (imaginem o que vai rolar), André Gonçalves, etc entre os homens. Quem vai querer saber da Xaiane ou sei lá mais quem??
Sílvio, bota isso no ar logo pra detonar a Globo!!!!
A relação completa dos participantes está aqui
Tô ficando velho... não agüento mais nem tomar um pouco de cerveja, já fico mal no dia seguinte. Hoje tá difícil trabalhar, a cabeça pesa e eu tô meio enjoado. Pensando seriamente em parar de beber. Não tá valendo muito a pena a relaçao custo benefício...
Ontem foi dia de rever uma galera que eu não encontrava há muito tempo, Fabinho, Caco e Sérgio, meus amigos do colégio. O Fabinho, voltando dos EUA, tava total com um visual de traficante americano, costeleta gigante, camisa reluzente e até piercing na língua! O Sérgio fez operação corretiva no maxilar, ficou 100%. O Caco diz que tá deixando o cabelo crescer, mas por enquanto só tá todo desarrumado e com umas entradas federais. Todos muito gente fina. Só tem um problema: me chamam de "Maura", tiração de sarro da época do colégio. Não sei o que é pior, "Maura" ou "Mauricinho". Quem me conhece por aqui e vê esses apelidos vai achar que eu sou viado, mas é público e notório que eu não sou não :-)
Bom, me chamem do que quiser, mas deixo registrado: quem puder me chamar de Mau, eu agradeço, é o meu apelido favorito.
A número 1000!!
Galera, valeu a todos que tentaram bravamente conseguir a honra de produzir o milésimo hit do Ouvido Eletrônico. Quem conseguiu a façanha, na manhã de hoje, foi a Dani Freitas! Assim, ela acaba de levar o prêmio, que será devidamente encaminhado à mesma em sua residência (tô falando bonito hoje...).
Conseguimos esta notável marca em apenas um mês, o que me deixa muito contente. E mais! Ontem, batemos novamente o recorde, com 115 hits, sendo que acho que foram só dois meus (finalmente, durante a tarde, desabilitei a contagem das minhas visitas).
Enfim, continuem dando reloads pra me deixar feliz! :-)
Valeu, Dani!

quinta-feira, fevereiro 07, 2002

Tô achando que postando pelo blogBuddy sua página não aparece na lista dos mais recentemente atualizados do Blogger.com. Problema pra quem estiver querendo novos visitantes. Vamos ver, queria confirmar isso, mas é um pouco difícil.
Eu acho que eu sou diferente da maioria, quando o assunto é ídolos. Tenho muitos deles, na música, esporte, política, etc. Mas não há um sequer que eu idolatre, defenda incondicionalmente.
Fui pensar isso hoje por causa do Felipão. Sempre achei e ainda acho que o estilo dele é o que realmente ganha jogo, hoje em dia. Não é a toa que ele é o técnico mais vitorioso do Brasil desde o começo dos anos 90. Mas ele também faz suas bobagens
Entre elas, a de ficar fazendo testes demais às vésperas da Copa, levar o Júlio César pra ficar esquentando banco, sem nem botar o cara pra jogar, e ainda ignorar Romário, que é um dos melhores atacantes brasileiros de todos os tempos e ainda hoje é melhor que qualquer um em atividade.
Mas mesmo com esses erros, ainda acho ele a melhor opção pra vaga de técnico do Brasil. E vamos com ele pra Copa!
Um dia eu posto sobre os erros e defeitos de meus outros ídolos, entre eles Paul McCartney, John Lennon, Milton Nascimento, Elis Regina, Beethoven, Tom Jobim, Lula, Suplicy, Marta, etc., etc.
Prêmio para o número 1000!!
Já temos um singelo presente pra quem acessar pela milésima vez o Ouvido Eletrônico! Portanto, entre hoje e amanhã, não deixem de olhar o contador, no final da página! E vou tirar a contagem dos meus hits finalmente, coisa que devia ter feito há mais tempo. Quem vir o número mil, por favor, se manifeste em alto e bom som!!
Galera, estamos chegando nos mil hits! Do jeito que a coisa vai, amanhã deve rolar... o foda é que eu curti a idéia da Dani Freitas, de dar prêmio, mas não tenho nada pra dar numa ocasião dessas. :-)
De qualquer forma, quem acessar e vir o número mil, dá uma avisada pra mim, pra se identificar. Se até lá eu pensar em alguma coisa interessante, daí rola. Vou perguntar pra Dani o que se dá pra alguém que é o número x em um site...
Mais um gif animado do Grandjean. Prestem atenção neste cu, quer dizer, neste olho!

cu piscando

A Tarcila renovou todo o layout do site dela, tá bonito pra caramba! O legal é que ela faz tudo sozinha, vai atrás, aprende códigos, programação, etc. Desse jeito essa menina vai longe...
Recorde batido!
Galera, ontem, não sei se por causa do Tom Zé ou da polêmica da Veja, atingimos nosso recorde de audiência! 100 hits (só que conta os meus também, que não são muitos, no máximo 10). Acho que tá bom pra uma paginazinha fulera feita com template...
Então tá, Alex, sobre o carnaval. Grandjean e Nancy vão ficar por aqui, eu tô completamente indefinido e Dani vai pro interior. O resto da galera eu não tô sabendo. Tinha combinado com a Camila e com a Du de finalmente fazer alguma coisa nesse fim de semana, se eu não for viajar. Qualquer novidade te aviso.

quarta-feira, fevereiro 06, 2002

Galera, tá uma discussão animal lá no post sobre as capas da veja, que eu coloquei ontem! Alex de um lado, o resto de outro, não deixem de dar a sua opinião!!
Polêmica! Polêmica!!
No Olho do Furacão 2
Ok, pra quem não achou, tá aqui a foto do disco "Todos os olhos", do Tom Zé (de 1973). Negócio é o seguinte: putos com a censura, ele e o poeta Décio Pignatari resolveram tirar um barato e colocar a foto de um cu na capa do disco. Tom Zé, a princípio, achou uma loucura, mas bolaram um jeito de enganar os militares babacas. Tiraram uma foto do cu de uma mulher, com uma bolinha de gude em cima. Ninguém notou do que se tratava, na verdade!
A pergunta que fica, como disse o Grandjean, é: será que lavaram essa bolinha depois??

cu
Mais uma contribuição do Grandjean
Caramba, já fui um babaca algumas vezes... :

"Você é ou não um babaca?

É difícil alguém lhe dizer verdades cruéis. Há coisas ruins sobre você que nem seu melhor amigo, nem um inimigo lhe contam por razões distintas. Mas há coisas ruins sobre você que ninguém precisa conhecê-lo muito para diagnosticar. Você pode descobrir agora mesmo, por exemplo, se você é um babaca.
Basta ver se você usa algumas frases e brincadeirinhas mais do que batidas em algumas situações recorrentes de nosso cotidiano.
É fácil. Faça o teste:

--------------------------------------------------------
Alguém deixa cair alguma coisa no chão e causou um enorme ruído.
Se você é o primeiro a gritar "caiu um lenço", você é um babaca. É, sim. Vai por mim.
Ninguém acha mais graça disso. Ninguém vai pensar: "Caiu um lenço? Mas lenço não faz barulho ao atingir o solo! Peraí! Isso é uma ironia! Que engraçado. Esse cara tem um grande senso de humor e uma incrível capacidade de improviso".
É triste, mas ninguém mesmo pensa isso quando você grita "caiu um lenço".
E quem ri, só o faz para não deixá-lo sem graça.

--------------------------------------------------------
Almoço em grupo. Mesa retangular.
Um de seus colegas, o Reginaldo, se senta numa das pontas da mesa. A primeira coisa que você diz é "O Reginaldo vai pagar a conta!". Você é babaca.
Deve ser difícil para você acreditar, mas ninguém pensa: "Esse cara é demais! De onde ele tirou essa? Será que Reginaldo vai achar mesmo que vai ter que pagar a conta? Será que o Reginaldo vai querer mudar de lugar para não pagar a conta? Há, há, há! Só quero ver".
Pois é, parceiro. Ninguém acha isso.
Talvez tenha funcionado na primeira vez que alguém falou.
Mas já está na hora de deixar essa brincadeira para o passado e deixar de ser babaca.

--------------------------------------------------------
Almoço de domingo na casa da sogra, um almoço delicioso, todos adoram.
Pra fechar com chave de ouro, a sogrona traz uma tigela de pavê de chocolate e bombons.
Vc, o espertão, solta logo aquela: "É pavê ou pacomê?".
Você é um babaca, crente que todos iam pensar: "Cara, que analogia e trocadilho fantásticos, pavê como se fosse para ver, logicamente...pra comer, esse cara é demais, virei seu fã."
Não, eles irão pensar: "Como ela pode namorar um babaca desses que manda uma piadinha que eu ouvia qdo tinha 7 anos de idade", diz o bisavô dela.
Vc já mandou essa que eu sei. Você é um babaca!!!

--------------------------------------------------------
Início da madrugada. 1h16 A.M. Alguém lhe diz: "Cara, amanhã vou acordar às 7h".
Você se apressa em dizer "Amanhã não. Hoje!".
Meu caro, seu amigo não vai pensar "Caramba! Como esse cara tem um raciocínio rápido! Seu cérebro já processou várias informações colhidas e chegou à conclusão de que na verdade eu estou me referindo a um dia que já chegou, pois é mais de meia-noite! Ainda bem que ele me corrigiu, senão eu ia acordar às 7h do dia errado!".
Nada disso. Seu amigo vai mesmo é pensar "Gosto dele, mas é um babaca às vezes".

--------------------------------------------------------
Seu colega chegou mais tarde no trabalho e resolveu almoçar em casa ou num lugar que serve uma refeição melhor do que a porcaria do bandejão do seu emprego.
Quando ele chega ao local de trabalho, você o convida para almoçar e ele lhe esclarece que já almoçou.
É quando você, ágil como um sapo apanhando uma mosca varejeira, solta a frase: "Então você já veio comido?".
Babaca, babaca, babaca. Esta frase não é tão desgastada como as outras, mas seu uso indiscriminado já a tornou banal e sem eficácia nenhuma.
Seu colega não vai pensar "E agora? O que respondo? Será que se eu disser sim ele vai achar que fui possuído por outro ser do sexo masculino? E se eu disser que não, terei que almoçar de novo? Ah, ele deve só estar brincando.É um brincalhão".
Ilusão, pura ilusão.
Ele vai até dar um risinho, para não constrangê-lo, mas vai mesmo é achar que você é um babaca.

--------------------------------------------------------
Outros pequenos indícios de que você está começando a se tornar um babaca:
- Quando as pessoas estão cantando parabéns, você tenta embolar cantoria, gritando os versos do início da música, enquanto todos já estão no meio da canção.
- Você faz uma observação sobre uma possível futura emissão de gases para alguém que está comendo repolho e ovos.
- Você tenta sacanear todo mundo no dia 1º de abril.
- Você fica rindo quando um homem diz que tem 24 anos, aludindo ao número do veado no jogo do bicho.
- Você faz alguma piada quando alguém diz que é do signo de virgem.
- Uma mulher diz que está "de saco cheio" e você diz que isso não é possível porque ela não tem saco."
No Olho do Furacão
Procurem por um post sobre Tom Zé do dia primeiro de fevereiro neste site. Hilária revelação do que é o "olho" na capa do disco "Todos os Olhos", de 1973, no auge da linha dura na ditadura militar brasileira. Não deixem de ver, principalmente Grandjean e Nancy!
E a Nancy anda sumida do blog... Ela disse que está com muito trampo nas aulas de inglês. Mas bem agora que o Grandjean apareceu, ela deu uma sumida...
Novos sons no ouvido
Ontem ouvi Stereolab. Como eu quase não ouço música, ainda bem que eu tenho amigos que me mostram sons novos, pra eu não ficar mais desatualizado do que eu já sou.
E essa banda é mesmo muuuito legal. No começo eram mais rock básico psicodélico, mesmo. Mas agora tocam um som que é muito difícil de rotular, cheio de influências diferentes. Ouvindo o último disco, eu percebi coisas de rock, música francesa, jazz americano e até música erudita. Principalmente no jeito de construir as músicas, de elaborar temas e desenvolvimentos. O único problema é que as músicas podem parecer muito parecidas, o que começa a cansar depois deum tempo.
Mas, de qualquer forma, é como se as coisas que eu mais gostava nos anos 60, tipo Sargeant Peppers e Pet Sounds, encontrassem um paralelo hoje em dia, em termos de criatividade e uso de intrumentos. E é muito legal que eles usem teclado mas misturem com sax, trompete, cordas, flautas... O som desses instrumentos é lindo e seria uma droga se eles fossem esquecidos e virasse tudo teclado mesmo.
Enfim, ainda bem que tem o Cição e a Tarcila pra fazer eu abrir o meu ouvido nada eletrônico, de vez em quando...

terça-feira, fevereiro 05, 2002

Hoje eu tô feliz por uma coisa: já sei quem é o Doutor Ceasa e o Seu Penhor ao seu dispor... :-)
Tem gente que não entende, minha irmã e minha mãe perguntam muito: "Mas Mau, você nunca vai ser músico de verdade?", sempre decepcionadas. Mas cara, EU SOU MÚSICO!
A questão do dinheiro, se eu vou ou não viver da música, tá envolvida em um monte de outras coisas. Por exemplo, se eu quero ou não ficar camelando pro resto da vida, de bar em bar, com salário incerto no fim do mês. Porque é assim que vive o músico de qualidade hoje em dia. E eu não quero isso.
Então, resolvi ganhar dinheiro de outra forma, com jornalismo. Mas isso é irrelevante perto do que é realmente a música pra mim. Não tem nada a ver com o dinheiro. Se não fosse ela, eu não seria o que eu sou. Talvez fosse um cara muito triste. Ela me deu muitas e muitas coisas, e o dinheiro não compraria nenhuma delas.
Num dia como hoje, que eu não tô muito legal, basta eu ficar quieto e começar a imaginar sons, combinar eles, e pronto, uma música tá rolando na minha cabeça, uma música nova, que ninguém nunca ouviu e que nunca vai chegar numa partitura. Ela nunca vai me dar dinheiro nenhum, mas vai me acalmar no mesmo instante. Então, ter esse dom dentro de mim já vai ter valido a pena.
Minha amiga Renata Aquino é muito chique! Ela acaba de ser citada e de conseguir colocar o Hotbits (site em que eu também trabalhei) no The Register, o principal site de notícias de tecnologia da Inglaterra.
A matéria está aqui. E só tem um problema: creditaram Reneta Aquino. Mas tudo bem, o que importa é que foi um grande feito dessa nova grande jornalista!
Bom, tem uma imagem meio pesada aqui, e meio ruim também, mas acho que nesse caso vale a pena. Pra quem tem memória curta.

Ladrões

segunda-feira, fevereiro 04, 2002

Todo mundo sabe que eu sou meio quieto, reservado, nada de sair falando pelos cotovelos. Sempre saio do trabalho e encaro minha maratona de uma hora até a minha casa sozinho, afinal poucos têm o azar de morar em Interlagos. Assim, costumo ficar quieto boa parte da noite, dormindo ou lendo um livro.
Mas hoje foi tudo diferente! Saí e já encontrei o Badô, da PHD, lá embaixo, na Paulista. Ele ia até a última estação de metrô, como eu, então já ficamos conversando, desde às 19h. Cheguei no metrô Conceição e encontrei a Dani, conforme combinado, pra tomar umas cervejas. Ficamos ali conversando animadamente (não com a exaltação de sábado) até às 21h30. Então saí e cheguei no ponto. Lá conheço uma garota muito legal e ficamos conversando sobre o atraso do ônibus, o trabalho dela, etc. O ônibus chegou, e tagarelamos até chegar em casa, mais uns 40 minutos. Em casa, às 22h30, retorno uma ligação da Camila e também fico no maior papo com ela. Pra terminar, retorno também pro Alex, mais um tempão no fone. Resultado: das 19h até às 23h30, não fechei a matraca!
Com o maxilar dolorido, entrei pra blogar isso aqui com um copo de água na mão, a garganta seca e uma grande vontade de voltar à minha timidez habitual.
Aquele Abraço!
Esse mundo é todo errado... Eu tinha que ter nascido no Rio, eu tenho certeza disso! Os cariocas são sensacionais, a cidade é linda, e ainda tem tudo o que São Paulo tem.
Eu era daqueles que aceitava a rixa São Paulo-Rio. Mas, depois de conhecer melhor a cidade, vi que ela é mesmo demais. Toda vez que eu fui pra lá, foram bons momentos. Tirando o calor muito forte.
O Rio tem pessoas muito legais, pra cima, e acho que seria muito bom namorar uma carioca. Só que tem a distância... Não sei, acho que se eu gostasse mesmo da pessoa, isso não seria nenhum empecilho.
Mas não se preocupem, algo me diz que no futuro irei morar por lá. Não fossem a família e os amigos, que eu sei que são insubstituíveis, já teria feito isso, acho.
Um beijo bem grande a todos do Rio!!
Olha o Rappa!
Ontem, voltando pra casa, tava ouvindo uma música do Rappa. Das músicas antigas eu não gostava, mas adoro desde Lado A Lado B. Só que tava tocando a versão do Hey Joe, que é do começo da carreira. E eu, ouvindo melhor, adorei.
Tem muita gente que fala mal, e muitos estão entre aqueles saudosistas que acham que só o que rolou na década de 60 é que pode ser legal, que hoje em dia é tudo uma merda. Mas, falando sério, as letras do Rappa são melhores que as de muitas bandas da década de 60 e 70. Elas são muito fortes e relevantes, e se encaixam muito com a minha opinião sobre as coisas.
Que outra banda hoje em dia consegue fazer pensar em tantas coisas com apenas quatro palavras?
"Também morre quem atira!"
Detalhe: durante a reunião montamos o novo repertório da banda, devidamente anotado em um guardanapo de papel. Vai pro arquivo histórico, juntamente com a letra do "Bicho do Mato" e outras preciosidades escritas no mesmo tipo de material.

domingo, fevereiro 03, 2002

A reunião do Quanta Planta regada a cervejas, no Opção, foi muito boa. Mas todas as reuniões da banda são ótimas, todos têm excelentes idéias. A gente pena é na hora de botá-las em prática. Mas dessa vez talvez seja diferente, nossa experiência de seis anos deu uma boa noção pra gente dos nossos próprios problemas, nossas limitações e o que fazer pra superar tudo isso. O Cição é mesmo nosso novo baixista, só precisamos que ele fique com a gente por um bom tempo, o suficiente pra desenvolver de novo o nosso trabalho. Por isso fomos bem claro com ele: o que não estiver gostando, bota na roda que a gente discute.
Enfim, é o Quanta Planta seguindo seu tortuoso caminho rumo ao sucesso mundial :-)

ANUNCIANDO!: entre as muitas resoluções do dia, estamos realmente atrás de EMPRESÁRIO. Quem se interessar ou souber de alguém, por favor, nos avise!!
AVISO IMPORTANTE: Pra quem usa o Fala Sério e ainda tá com seus comentários fora do ar, parece que precisa entrar no site e se logar pra voltar a aparecer os comentários no site. Parece idiota, mas acho que é bem isso que tá acontecendo. Eu e o Rodrigo, depois que entramos, conseguimos ver os comments imediatamente. Uma porcaria, mesmo...
E o lance do Renato Braz ficou tanto na minha cabeça que a minha rádio mental está tocando hoje "Cutelinho" o dia inteiro. Uma música que o Milton Nascimento canta e que o Renato tocou lá no Feitiço. Ele também detonou cantando "Vitrines" do Chico e uma música da Clara Nunes muito legal. Tipo da noite que me faz ver como é rica a música brasileira, pra gente ficar simplesmente ouvindo só Djavan e Marisa Monte.

Falei tanto no Pink Floyd, mas esqueci de falar uma coisa. O Carlão é o maior fã da banda que eu conheço. Ele simplesmente sabe tudo, outro dia me surpreendeu falando o ano em que cada disco foi lançado. E é um dos poucos que curte tudo mesmo, até a fase mais recente. Isso é difícil de acontecer, porque o Pink Floyd é uma banda que passou por vários tipos de sons, durante a carreira.
O Carlão então acaba contagiando todo mundo com esse fanatismo, até a mim. O único defeito dele é ser são-paulino, coitado...
Ele em breve vai se mudar pra Floripa. Carlão, quando for viajar não esquece de usar esse site aqui como ponto de encontro, pra contar tudo pra galera, ok?
Depois, a balada propriamente dita. Encontramos a Dani-Dani (depois de muuuito tempo, tava com uma puta saudade dela) e o namorado dela, o Marcelo, no "Feitiço de Áquila". Primeiramente, um momento pra louvar a música daquele lugar. Sempre me irrito um pouco com o excesso de Djavans, mas ontem estava ótimo! De repente sobe um cara cantando lindamente várias músicas do Chico. Eu e o Alex babando. Pergunto pro garçom quem é, e ele me revela a minha ignorância: "É Renato Braz". Bom, sempre ouvira a Camila e a Du comentando desse cara, ele é meio famoso. Além de cantar pra caramba, toca violão, pandeira, bongô, tudo muuuito bem. Só tem uma coisa: ele tem aquele calo de músico profissional na noite, canta as músicas como se estivesse morrendo de vontade de ir embora, sem nenhuma expressão no rosto.

Enquanto isso, na mesa, um debate mais que exaltado. Todos (menos o Marcelo) falando de política. Alex defendendo o FHC!! E nós contra. Em meia hora, ninguém mais estava no bar, não teve nem pro Renato Braz. A voz da Dani ecoava como chicote em toda a casa, as pessoas tapavam o ouvido quando o Alex começava a defender o PSDB e o Evandro, cheio de raiva, atirava todos os guardanapos na planta que havia do lado (minha acompanhante da noite), para desespero dos seguranças.
Enfim, vexame. Nada que não estejamos acostumados. Senti um grande ar de alívio no rosto dos garçons quando pedimos a conta. Pelo menos dessa vez não fiquei bêbado...
Pra variar, balada muito louca ontem. Pra começar, eu, Alex e Evandro fomos ver " O Senhor dos Anéis" finalmente. Achei o filme muito bom, mas tive a impressão (só impressão, não li o livro pra saber de verdade) que ele fica preocupado em agradar o público médio de cinema, principalmente com o tipo de cenas de ação que rolam, e acaba perdendo um pouco da atmosfera que o Tolkien queria passar. Mas isso é só achismo mesmo.
Outro achismo é que o filme fica no meio do caminho entre o cinema de entretenimento e de arte. Porque tem muita gente que foi atraído pela mídia e ficou puta porque o filme tem três horas, não tem fim, é muito sério, etc. O queme faz pensar que a bilheteria dos próximos não vai ser muito boa...

sábado, fevereiro 02, 2002

Hoje é dia de ressaca. Dor de cabeça e boca seca. Fomos no Galpão 16 ontem, eu, o Cição, Evandro, Carô e Salada (sair com o Salada é sempre uma experiência sociológica interessante :-). Mas tô muito intrigado: como eu consegui ficar tão bêbado bebendo tão pouco??? Isso é péssimo, porque eu adoro beber e não tô agüentando nada...
De qualquer forma é bom maneirar, dirigir depois não foi uma experiência muito interessante.

O lance musical mais legal da noite foi tocarem "Paperback Writer". Os DJs andam tocando bastante essa música. E é impressionante como ela, mesmo tendo sido feita em 1966, detona todos os sons parecidos que costumam tocar nesses lugares indie. Daí você vê como os Beatles conseguem se manter modernos 40 anos depois, é uma coisa impressionante. E são só dois acordes, sol e do, pra quem pensa que uma música pra ser boa precisa ter muitos acordes, os mais complicados possíveis.
Primeira e importante contribuição mandada pelo Grandjean. Especialmente pra você, Alex:
PS: NÃO DEIXE A FOTO VISÍVEL NA TELA ATÉ TERMINAR DE LER ESSE TEXTO!

Ano retrasado, duas famílias recém mudadas para uma vila em São Paulo estavam apavoradas com uma casa abandonada. Eles relatavam que à noite a casa fazia barulhos sinistros, de arrepiar até o último fio de cabelo. As duas famílias haviam mudado há pouco tempo, já que o aluguel era barato e não havia nenhum morador antigo, a vila fora abandonada. Procuraram então estudiosos em assuntos sobrenaturais, Eles pesquisaram arduamente e em suas pesquisas foi descoberto que a pessoa que habitava a casa em questão era uma mulher de aproximadamente 30 anos que adorava praticar esportes ditos radicais. Ela veio a falecer fazendo rapel em uma certa ponte em São Paulo. Constataram que se tratava de uma alma perturbada. Com equipamentos especiais conseguiram registrar uma ocorrência (veja com Internet Explorer). Olhe atentamente para a porta por uns 35 segundos. Não desvie o olhar, enquanto isso.

Até hoje podem ser ouvidos sons emanados dessa casa...









sexta-feira, fevereiro 01, 2002

O Fala Sério tá com um pau muito grande agora, sumiu o contador de comentário e tá dando erro pra abrir no pop-up. Bom, dane-se vou desencanar de me preocupar com isso.

Hoje eu falei com o Fabinho, que acabou de voltar depois de uma temporada de um ano em San Diego, nos EUA. Mesmo tendo estado num país quase em guerra, durante o final de 2001, ele tá muito preocupado com a violência aqui e já quer armar outra viagem, dessa vez pra Europa. Bom, tô vendo que, com tanta gente querendo ir pra Europa esse ano, alguma companhia eu vou conseguir arrumar...
Eu sou um músico estranho: nunca ouço música!! Quer dizer, muito raramente. Mas peraí, isso tem uma razão de ser. Eu tenho uma rádio interna que fica tocando músicas o tempo todo. Vem uma música na minha cabeça e fica tocando por horas, termina e começa de novo, em loop infinito, até entrar outra, e assim por diante. Na verdade, não existe um só momento em que eu não esteja ouvindo uma música qualquer na minha cabeça.
Nesse exato momento, por exemplo, está tocando "Take it back", do Pink Floyd (eu ando Pink Floyd demais pro meu gosto). Provavelmente ela vai ficar aqui até de noite.
E não tem nenhum regra, podem surgir (e é bastante comum) músicas que eu odeio, como pagodes e sertanejos. Qualquer coisa toca na minha rádio, totalmente à minha revelia. Queria saber quem programa isso... Enfim, eu sou louco mesmo, e isso é só mais uma manifestação da minha personalidade obsessiva.
Ainda bem que o Alex voltou ao Ouvido Eletrônico! Já estava ficando preocupado com a queda de audiência :-)

Quanto ao Big Brother, eu bem que avisei... acabei assistindo. E sei que outros Lob Bookmakers que aderiram à campanha do Mario também (viu Flexero??). Enfim, não deu pra evitar, antes do jogo Santos x Corinthians. E é muuuuito ruim. Uma zona, todo mundo falando ao mesmo tempo, tudo ultra fake, choradeiras idiotas. Tá todo mundo como eu, metendo o pau, mas podem esperar: quando começar a sacanagem vão todos correr pra TV e comentar durante o trabalho, no dia seguinte...
O Evandro pediu pra botar esse texto dele aqui, explica melhor a questão das "prioridades" do governo. Vale dizer de novo que todas as "prioridades" ficam mesmo só nas questões econômicas. O resto, deixa-se ao Deus dará.

"Foi elaborada ontem no Palácio do Planalto uma lista com 15 prioridades a serem tomadas pelo governo. A lista continha itens de desenvolvimento econômico, melhorias no saneamento básico e mudanças no setor energético.Dentre as grandes idéias econômicas consta o aumento do CPMF. Uma das medidas provisórias mais constantes e agora incentivada.Veja a matéria original aqui.
Na lista não constava nada que resolva a onda de violência que está bastante presente não só em São Paulo mas em todo país e inclusive neste BLOG com alguns relatos dos freqüentadores. O tema da segurança não foi discutido por estarem presentes em Brasília alguns membros de uma equipe do FMI.
Um dia depois de divulgar o plano, o governo passou a "estudar a possibilidade" de criar um ministério do crime", uma câmara de gestão de combate ao banditismo.
Essas câmaras seriam estaduais e não terão coordenação do governo federal como o "ministério do apagão". Entendende-se com isso que a crise energética será tratada diretamente pelo governo ao contrário da violência que será trabalho individual de cada Estado. Segundo a avaliação do Palácio do Planalto, a lei brasileira (pouco voltada aos problemas atuais) deixa a responsabilidade pelo combate ao crime aos Estados.
Mas não se preocupem. Apesar de ter ocorrido uma redução nas verbas (cerca de 80 milhões) para manutenção da segurança que são concedidas pelo governo, o governo continuará concedendo-as.
Após, eu acredito, algumas críticas, o porta-voz Georges Lamazière governo deverá dar início a uma parceria mais constante com os Estados e editar 4 medidas provisórias para demonstrar sua preocupação sobre o assunto.
Entre as medidas estão o aumento de pena por porte de ilegal de armas, a eliminação de brechas jurídicas, o aumento de poder dos diretores de presídio e a criação de depoimentos por teleconferência (para evitar fugas). São medidas importantes porém de pouca ação contra a violência e alguma delas até suspeitas, como teleconferência. Será que presídios que nem pia devem ter vão possuir salas de teleconferência?
Veja a continuação sobre o assunto aqui."
O Evandro veio com uma informação que eu não tive tempo de confirmar (desculpa, gente, não ando lendo jornal esses dias). Disse que os caras do Planalto estão discutindo um plano com quinze prioridades pro Brasil. Bom, o FHC não conseguiu dar conta de cinco, vai querer agora lidar com quinze?? E outra, parece que segurança não era uma das prioridades... dizem que antes é preciso garantir a estabilidade econômica. Ué, mas isso eles dizem há oito anos, se ainda não conseguiram garantir a tal estabilidade então são muito incompetentes!!
Mas o pior de tudo pra mim são os caras pedirem mais quatro anos no poder (agora com o Serra) depois de oito anos tendo feito tão pouco pra acabar com a miséria no país...
Ih, foi mal. Onde eu disse que "Bike" parece com "Polythene Pam", dos Beatles, leia-se "Mean Mr. Mustard". É que as duas músicas são coladas no disco Abbey Road e eu vivo confundindo. Inclusive eu adoro "Mean Mr. Mustard", apesar de ela ser super simples. Como "Bike".