terça-feira, abril 30, 2002

Ok, ok, atendendo a pedidos, tá aqui o link para a foto de meus ex-bosses no evento "Pelados no Ibira" (foto não boto nem a pau).
São o casal em primeiro plano!!

http://babado.ig.com.br/corpo-destaque2.asp?Qual=15&codDesfile=3607
Já encontrei até restaurante em que a gente pode comer super bem lá em Londres. Dêem só uma olhada!!
http://ultimosegundo.ig.com.br/useg/bbc/artigo/0,,761516,00.html
Alguém entrou aqui buscando "Gustavo Grandjean" no Google. Tá famoso, héin, mano?? :-)
Nancy e Alex!! Tive uma idéia! Vamos combinar de almoçar aqui no dia que vocês quiserem e eu levo vocês no tal restaurante indiano!
É muito bom, vocês vão gostar. Vai, digam aí o dia e pronto!! É R$8 paus, com direito a muita comida, bebida, sobremesa, pode repetir tudo quanto quiser, enfim, o máximo.
Hoje foi o retorno com o ortopedista. Ele disse que se o remédio fez algum efeito, é porque ele vai acabar me curando. Tomei um mês, ele disse pra tomar mais um mês e que não há motivo para desespero, porque costuma demorar dois anos pra virar crônico o problema.
Ele ainda disse que acupuntura é bom pra isso, mesmo.
Gosto desse médico. Tô confiante, vou ficar mais disciplinado ainda com a digitação.

segunda-feira, abril 29, 2002

Peguei no blog da Raquel.
Barriga é tudo, né não?



Foi muito, muito engraçado, ver os meus ex-chefes flagrados no evento "Pelados no Ibira".
Sem mais comentários, pra não queimar o filme, mas valeu o dia...
Comprei um guia especial pra quem quer estudar no exterior. Com isso mais as dicas das trocentas pessoas que eu conheço e que já estiveram em Londres, vai ser fácil fazer a nossa viajenzinha :-)
Queria que fosse uma coisa não muito longa, que desse pra conhecer, estudar um pouco, treinar a língua, sem passar mal de saudades daqui.
Por que eu não sei se eu já contei nesse blog, mas eu tenho um certo problema com viagem. É comum eu passar mal ou ficar doente, como bem sabe Nancy e Grandjean. Enfim, mais uma das coisas da minha cabeça doida, que eu tava falando logo abaixo.
E ontem tava tendo especial do Pink Floyd na Brasil 2000. Fiquei ouvindo "Comfortably Numb" e é impressionante como essa música é linda... E eu posso ouvir quantas vezes eu quiser que não enjôo. Ela é deprê, mas sei lá, ouvir coisas boas assim me ajudam a ficar melhor quando eu preciso.
E no domingo resolvi descansar, lavar meu carro, botar minha cabeça em dia. Tô precisando pensar mais em mim e me cuidar um pouco... Ainda bem que eu acho que tô bem melhor hoje em dia na árdua tarefa de lidar com minha cabeça maluca.
No sábado, depois daquele jogo de bosta (Luxemburgo burro! Tem que ser muito ruim pra perder pro São Paulo) e do ensaio (muito bacana, mas queria tanto ter tocado bateria...) fomos pra balada na casa do primo da Nancy.
Foi ótimo, só que muito mais longe do que eu imaginava. Cerca de duas horas de viagem, com direito a labirinto de estrada de terra. Mas tava uma delícia, comi Goulash (comida húngara), mas nem bebi, porque tava com dor de garganta.
Aliás, ando muito cansado nas baladas, teve uma hora em que eu quase dormi. Um saco isso, tô ficando velho e nem cheguei a um quarto de século ainda...
E, enfim, realmente era pra ter ficado lá até de manhã, achei que a cidade era perto que nem Osasco... com duas horas pra ir, não é o tipo da balada que vc chega, fica agumas horas e depois vai pra casa.
Sexta eu vi pela primeira vez um jornalista de direita. Nunca conheci ninguém que padecesse desse mal, nesse meio. Ele dizia que o Brasil não tem partidos de direita mesmo, que defendam as bandeiras tradicionais da TFP.
Bizarro. Ainda mais porque o meu novo editor, ex-militante do PSTU, estava ao lado na mesa. Imagina como ficou a discussão...

sexta-feira, abril 26, 2002

Mais uma demissão...
Ai, meu Deus.. tô com medo.
Ontem fui beber com o pessoal do trabalho e hoje já me chamam de novo... pô, assim já era a minha intenção de disputar a Olímpiada de 2006...
Adoro natação, mas tô voltando ser relapso com ela, e isso não é bom. Ficar trocando a natação por cerveja... Começo a perceber que o primeiro sintoma disso já está encostando na mesa, aqui na frente do computador.
Amanhã, depois do ensaio do Quanta Planta, tem uma festa na casa do primo da Nancy, em Campo Limpo. Quem estiver a fim, é só entrar em contato. Vai ter DJ, música ao vivo e comida típica da Bulgária.
É só levar bebida e beleza.

quinta-feira, abril 25, 2002

Uma opinião que eu tenho e que nunca botei aqui (e que vai causar muita estranheza, acho).
Pra mim, o FHC é o melhor presidente que o Brasil já teve :-)

Mas isso não significa que ele é bom!! É que a concorrência é tão, mas tão baixa, que ele consegue fácil o título. É só lembrar, de JK pra cá tivemos Jânio Quadros, João Goulart, Castelo Branco, Costa e Silva, Médici, Geisel, Figueiredo, Sarney, Collor, Itamar (que, digam o que quiserem dele, fez um governo de transição excelente e só não o coloco como o melhor porque foi só tampão, não chegou a cumprir um mandato inteiro) e o "boca de suvaco". Ganha fácil...
Mas dá pra arrumar coisa melhor, héin? E é isso que eu espero agora, depois da derrocada da Roseana. Fiquei mais otimista.
Por falar em vegetarianismo, ontem comi em um restaurante indiano excelente! Brócolis, milho, couve-flor, grão de bico, arroz integral, uns molhos sensacionais... Tava muito bom, assim dá vontade de ser vegetariano. Como disse o Rafael, que foi comigo, o pessoal acha que abrir restaurante vegetariano é servir, arroz, feijão, salada, sopa, tudo igual, só que sem a carne. Aí fica sem graça pra caramba...

Mas o que fica da matéria da Super é: carne não faz mal se você tiver uma dieta balanceada, com muitos legumes, frutas e verduras. E, se você quiser prescindir da carne (especialmente pela gordura que ela contém), tem que tomar cuidado pra substituir suas proteínas (com derivados do leite ou soja, feijão, etc.) e outras substâncias, como o ferro.
Ontem, li a reportagem da Época sobre o Lula. Achei ponderada, nem a favor, nem contra, apenas muitíssimo incompleta. Para uma matéria que prometia mostrar "as forças e fraquezas de um governo do PT", ela deixou muito a desejar.
Ficou basicamente na questão da reação dos donos do capital (especialmente os estrangeiros) a um governo petista, citando corretamente o fato de que o partido não mete mais tanto medo assim. Realmente, essa é a questão mais polêmica e uma das mais importantes, mas muito outros pontos podiam ser abordados e acabaram esquecidos.

quarta-feira, abril 24, 2002

Soube que o chefe chegou e disse para o cara que ele estava sendo demitido porque não estavam satisfeitos com as capas dele.
Essa sinceridade é bem cruel...
Peço licença para transcrever os principais trechos da matéria da Superinteressante, a respeito de vegetarianismo. Tira muitas das nossas dúvidas a respeito. Quem não tiver interesse, desculpem a extensão do texto. Lá vai:

O que é carne?
Carne é tecido animal, em geral muscular. As fibras que a compõe são feixes de células musculares, enroladas umas nas outras. Em volta delas há uma cobertura de gordura, cuja função é lubrificar o músculo e permitir que ele relaxe e se contraia suavemente. Ou seja, não há carne sem gordura.

A diferença entre carne branca e vermelha é a quantidade de ferro no tecido - o mesmo mineral que dá cor ao sangue. As células de animais grandes, como o boi, são ricas de uma molécula chamada mioglobina, que contém ferro. Peixes e galinhas, por terem o corpo menor, não precisam de reservas tão grandes de nutrientes nas células e, por isso, têm menos mioglobina. Animais mais velhos têm carne mais vermelha - isso explica a brancura do frango industrializado, abatido antes dos dois meses, se comparado à galinha caipira. Essa última tem mais tempo para acumular mioglobina nas células

Ela faz mal?
Quem come mais carne - especialmente carne vermelha - tem índices maiores de câncer e de enfarte, as duas principais causas de morte do planeta. É o que dizem as estatísticas. Carne faz mal, então? Não é tão simples.

Nos últimos 30 anos, as autoridades dos Estados Unidos vêm aconselhando os americanos a diminuir a ingestão de carne vermelha e manteiga por causa de suspeitas de que a gordura saturada presente em grande quantidade nesses alimentos aumenta a taxa de colesterol e, com isso, causa ataques cardíacos. O conselho virou norma no mundo todo - a Organização Mundial da Saúde e vários governos adotaram a política de reduzir a gordura saturada. Tudo muito bom, só que tem algumas peças que, mesmo após três décadas de pesquisas, continuam não se encaixando no quebra-cabeças.

Uma delas é a Europa mediterrânea. Lá, desde que terminaram os rigores da Segunda Guerra, o consumo de carne vermelha tem aumentado. Pois bem: a taxa de doenças cardíacas diminuiu no mesmo período. E a França? O país da pâtisserie, fã ardoroso das carnes vermelhas de todo tipo, onde qualquer almoço começa refogando o que quer que seja em manteiga derretida, tem uma das mais baixas taxas de mortes por ataque cardíaco do mundo.

No ano passado, Gary Taubes, correspondente da revista americana Science e um dos principais escritores de ciência do mundo, escreveu um longo artigo no qual classificava o medo da gordura saturada como "dogma". Taubes afirma que, mesmo com tanta pesquisa, não há prova de que gordura saturada e enfartes estão ligados. E vai além: diz que a propaganda do governo só serviu para fazer com que os americanos comessem mais - ao evitar a gordura, eles acabavam ingerindo mais carboidratos, mais açúcar, para manter a quantidade diária de calorias (o corpo tende a reclamar quando as calorias são insuficientes para saciá-lo - isso se chama fome). Resultado: o índice de obesidade passou de 14% para 22% no país. E obesidade, sabidamente, é um sério fator de risco para doenças cardíacas.

A maior parte do mundo médico ainda acredita na malignidade da carne vermelha e da manteiga. ("Não tenho dúvidas da relação entre gordura saturada e doenças cardiovasculares", afirma o nutricionista argentino Cecílio Morón, oficial da agência da ONU que cuida de alimentação, a FAO. Denise Coutinho, que coordena a política de nutrição do governo brasileiro, repetiu quase as mesmas palavras.) Mas o artigo de Taubes serviu para mostrar que nutrição não é baseada numa relação simples de causa e conseqüência, tipo "mais carne, mais ataques cardíacos".

Mas, afinal, o que sobra da discussão? Dietas de países gelados como a Escócia e a Finlândia, onde o único vegetal consumido em quantidade é o tabaco, estão equivocadas. Os altos índices de ataques cardíacos por lá são prova incontestável. Mas os franceses, e os mediterrâneos em geral, devem estar fazendo alguma coisa certa. Sua dieta é variada e rica em vegetais frescos, azeite de oliva (tido como redutor de colesterol), vinho e carne de todos os tipos. Ao contrário dos americanos, esses povos comem com calma, em ambientes descontraídos. O que os está salvando dos ataques cardíacos? Os legumes, o azeite, o vinho, a conversa mole depois do almoço, a brisa marinha? Ninguém sabe ao certo. Provavelmente é uma conjunção de todos esses fatores.

O raciocínio vale em parte para o câncer também. Os comedores de carne morrem mais de câncer de intestino, boca, faringe, estômago, seio e próstata. Ainda assim, o elo entre carne e câncer é meio frouxo. Tudo indica que, se é que a carne aumenta mesmo a incidência de câncer, sua influência é bem pequena - um fator entre muitos.

Agora, de uma coisa ninguém tem dúvidas: vegetais fazem bem. Uma dieta rica em frutas, legumes e verduras claramente reduz as chances de ter câncer no esôfago, na boca, no estômago, no intestino, no reto, no pulmão, na próstata e na laringe, além de afastar os ataques cardíacos. Frutas e legumes amarelos têm caroteno, que previne câncer no estômago; a soja possui isoflavona, que diminui a incidência de câncer de mama e osteoporose; o alho tem alicina, que fortalece o sistema imunológico; e por aí vai - essa lista poderia ocupar o resto da revista. Em resumo: não está bem claro se a carne faz mal. Muito bem, pelo jeito, não faz. Mas, para ser saudável, o importante é ter uma dieta rica e variada de vegetais. Seja ela vegetariana ou não.

Como compensar a falta de carne
Dá para viver sem carne. O vegetarianismo exige cuidados e conhecimentos de nutrição, mas com certeza pode-se ter uma dieta saudável sem carne. Aliás, o fato de exigir cuidados a faz mais saudável. Um vegetariano tende a prestar mais atenção no que come e nos efeitos disso sobre seu corpo. E isso, em si, já é um hábito salutar. Muitos nutricionistas afirmam que as crianças não devem, de maneira nenhuma, ficar sem proteína animal, sob risco de terem o desenvolvimento cerebral prejudicado. Essa regra deve ser seguida a não ser que os pais saibam muito bem o que estão fazendo, conheçam as propriedades de cada alimento e - não menos importante - que a criança queira.

Os ovolactovegetarianos não têm problemas com proteínas porque os derivados de animais são tão protéicos quanto a carne. O perigo é que leite e ovos são pobres em minerais, especialmente ferro, que é fundamental para a saúde - ele é usado para construir a hemoglobina, uma molécula cuja função é carregar o oxigênio do pulmão para as células. Sem ferro, portanto, as células podem morrer. Isso é a anemia.

Ou seja, ovolactovegetarianos não podem basear sua dieta no leite, nos ovos e nos queijos, sob risco de ficarem sem nutrientes valiosos. É preciso comer muitos e variados vegetais, em especial soja, feijão, brócolis, couve, espinafre - todos ricos em ferro. A quantidade é fundamental, porque o ferro dos vegetais é menos absorvido pelo corpo que o de origem animal. Uma boa dica é acompanhar as refeições com suco de laranja, já que a vitamina C ajuda na absorção do ferro. Outra fonte de ferro é a casca de grãos como o arroz e o trigo. Por isso, eles devem ser sempre integrais. Denise Coutinho, responsável pela política nutricional do governo federal, adiantou à Super que está em estudo uma medida para tornar a fortificação com ferro obrigatória nas farinhas de trigo e de milho. A medida, que visa combater a desnutrição, vai acabar ajudando a vida dos vegetarianos.

Já para os vegans, a palavrinha mágica é "soja". Se você não gosta desse grão ou é alérgico a ele, virar vegan vai ser bem mais penoso. A questão é a seguinte: suprir suas necessidades protéicas com carne é fácil. "Afinal, você é feito de carne", diz Pedro de Felício, especialista em produtos de origem animal da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Um bife tem a mesma composição que os músculos do seu corpo. As proteínas das quais ele é feito são, também, iguais às suas, feitas com os mesmos aminoácidos. Portanto, contêm tudo o que você precisa.
Proteínas vegetais são mais simples. Elas não contêm todos os componentes necessários. A soja, entre os vegetais, é o que tem as proteínas mais completas. Há outras fontes de proteína, como o feijão, mas, se você não come soja, vai precisar de grandes quantidades e de muita variedade de vegetais para juntar todos os aminoácidos de que precisa. "Desde que sigam essa regra, os vegans tendem a ter uma dieta até mais equilibrada que os ovolactovegetarianos, já que não ocupam lugar no estômago com ovos e leite, que são pobres em vários nutrientes", diz o nutricionista vegan George Guimarães.

Uma questão para os vegans é a vitamina B12, que o corpo não produz e não existe em vegetais. A B12 é fabricada por bactérias e pode ser encontrada nos animais (que comem bactérias ao ciscar ou pastar). Mas suprir as necessidades de B12 é fácil: qualquer biscoito ou cereal com a palavra "fortificado" no rótulo contém a vitamina. Ela também é vendida em cápsulas.


Somos vegetarianos por natureza?
Não. "O homem tem dentes pequenos e sistema digestivo curto, características de onívoros", afirma o antropólogo físico Walter Neves, da Universidade de São Paulo, maior especialista brasileiro em homens pré-históricos. Ou seja, nosso organismo está preparado para comer de tudo, inclusive carne. Somos como o chimpanzé, que, além de plantas, cata insetos, lagartos e roedores. E diferentes do gorila, que só come plantas e, para isso, tem dentes molares imensos e uma barriga enorme (se você também tem uma, por favor não tome isso como uma comparação). Os dentes grandes servem para criar mais área de mastigação e, assim, triturar melhor as folhas e tirar delas os escassos nutrientes. A barriga abriga o intestino e o estômago, que são bem maiores para dar mais tempo ao organismo de absorver o que interessa.

Walter afirma que, num passado longínquo, nos alimentávamos como chimpanzés. Mas há 2,5 milhões de anos nossa dieta mudou. Começamos a fabricar instrumentos de pedra e as novas armas permitiram que incluíssemos no cardápio a carne de grandes mamíferos. Assim, nossa ingestão de proteína animal aumentou demais. "Sem isso, não teríamos desenvolvido um cérebro grande", diz Walter. O aumento súbito de proteína na dieta permitiu que nosso corpo investisse mais recursos no sistema nervoso. Hoje, de 30% a 40% de tudo o que comemos vira combustível para fazer o cérebro funcionar. Sem o aumento na ingestão de carne, isso jamais seria possível.

Mas, na mesma época, surgiu um gênero de humanídeos estritamente vegetarianos. Conhecidos como Paranthropus, eles tinham grandes molares, eram barrigudos e não comiam animais de nenhuma espécie, nem insetos. Esses humanos vegetarianos conviviam com os humanos caçadores - há um lago no Quênia onde foram encontradas ossadas das duas espécies, com aproximadamente a mesma idade, a poucos quilômetros de distância.

O Paranthropus se extinguiu há 1,2 milhão de anos, provavelmente porque sua dieta mais restritiva o atrapalhou na competição com nossos ancestrais generalistas. Nossos primos vegetarianos deviam ser muito menos espertos que seus contemporâneos Homo, como atesta o tamanho de seu cérebro. "Eles investiram os recursos do organismo em dentes, os Homo investiram no cérebro", diz Walter.

Quer dizer que precisamos comer carne para raciocinar? Não. Há 2,5 milhões de anos era assim porque não sabíamos plantar e nossa dieta quase não incluía plantas protéicas. Os únicos vegetais que comíamos eram frutas, folhas e raízes. Hoje, é possível ter uma dieta rica em proteínas sem carne.
Triste... acabei de saber que mais um cara foi demitido aqui da empresa. Justo um dos mais gente fina. É foda, desde o começo do ano, já foram sete pessoas mandadas embora, o que é muito pra uma empresa pequena.
E o cara trabalhava bem, dava o sangue... é foda, eu odeio as relações de trabalho, odeio essa coisa impessoal e desumana, em que uma pessoa, que todo mundo adora, é dispensada como se fosse apenas um registro na lista de funcionários da empresa.
Bosta.
Desculpa, Alex, não vou mais te encher com o lance de Israel, eu mesmo já cansei desse assunto. Vamos tentando, daqui a pouco a gente acha um tema em que a gente concorda :-)
Vamos mesmo pra Inglaterra no ano que vem, eu o Alex e a Lili. Quem quiser e junto bota o dedo aqui!!
A idéia é estudar inglês e conhecer tudo sobre a terra dos Beatles e de outras bandas que eu adoro. Vai ser muito bom, e ainda bem que eu não vou sozinho, senão acho que ia pirar...
Eu costumava fazer bons relatos de baladas antigamente, quando chegava em casa, ainda meio bêbado, e ligava o computador pra conversar no ICQ.
Hoje eu não faço mais isso, por causa da LER. Tô tão disciplinado, que nem me lembro da última vez que usei o ICQ no micro. Aliás, lembrei, faz mesmo muito tempo.
Mesmo assim, vou tentar escrever sobre o que rolou quando chegar no trabalho, na segunda, já que a Nancy disse que me mata se eu não fizer isso.
Quanto à balada de sábado, Nan, eu tenho que dizer que foi muito bom tocar "Alga" de novo. Fico torcendo pra que chegue o dia em que a gente possa tocar essas coisas num show, sem se preoucupar se é balada ou não. É muito bom tocar essa música.
E só espero que o Velhão não fique sempre tão cheio daquele jeito. Mas tenho uma sugestão: levar vinho e bebidas em geral e ficar pela Serra, sem bar nenhum, só no meio do mato, cantando e conversando. Que tal??
HAHAHAHAHAHA
Não deixem de ir no Quadum e clicar no post "todas as caras do Presidente"! É muuuito engraçado!
Aqui tá o link direto:
http://membres.lycos.fr/quadum/images/bushchim.jpg

terça-feira, abril 23, 2002

Show de bêbado
Imaginem um sujeito que organiza um festival de música da prefeitura e liga pra você às 11h da noite assim: "Alô, quem fala, Maurício? Grande bosta... aqui é o seu namorado, sua bicha..."
Pô, você pensa que ou é trote ou é algum daqueles amigos metidos a engraçado. Mas o cara queria era me dizer que nossa música estava classificada pro festival :-)
Depois se desculpa, diz que está bêbado e não agüenta trabalhar até essa hora, em véspera de Natal.
Agora, esse bêbado quer que a gente toque em outro evento. Só que a gente tem que pagar 4 reais cada um, pra bancar o aluguel da bateria. Quer dizer, já não basta tocar em show de bêbado, de graça, sem público nenhum, no fim do mundo (só pra mim que não), e ainda temos que pagar.
Mas tudo bem, vamos lá, só 4 paus mesmo...
Lula subiu pra 40%, Serra caiu, Época dá capa pro Lula, JN desencana de falar mal dele... tô ficando emocionado, gente, será que dessa vez vai dar? E será que pode ser sem se vender pro PL???
Alex, achei umas fotos de umas gatas maravilhosas na Internet. Olha só!









Isso é que é mulher, né não??
Não vou falar nada, vou deixar para a Época: (reportagem enviada a mim pelo Grandjean)

"Por 11 dias Jenin foi uma cidade fechada. Desde 3 de abril as tropas israelenses moveram contra ela e o campo de refugiados palestinos que lá se encontra a mais sangrenta ofensiva da ocupação dos territórios palestinos, iniciada no fim de março. Durante e depois dos combates, Israel não permitiu a entrada de equipes de resgate, de observadores internacionais, nem de jornalistas. No domingo começaram a entrar fotógrafos e trabalhadores de agências humanitárias. O relato do que viram é assustador. Boa parte do que era um campo de refugiados densamente povoado por cerca de 13 mil pessoas é, hoje, um monte de entulho. Dos pedaços de alvenaria e ferro retorcido sobe o cheiro de cadáveres apodrecendo. Vários mortos ficaram dias espalhados pelas ruas. Os soldados não permitiram que fossem enterrados. Sob os escombros das casas, destruídas por tratores e tanques, ainda existem mortos.

'O que aconteceu aqui é horrível, para além do que se pode acreditar', disse Terje Roed-Larsen, enviado especial da ONU à região. No momento em que o diplomata dinamarquês dava sua entrevista em Jenin, ele via dois homens puxar o pai morto do meio das ruínas. 'O que estamos vendo são cenas pavorosas de sofrimento humano', disse Roed-Larsen. 'Está tudo destruído, parece que um terremoto atingiu Jenin.' É pior que isso, na opinião da Anistia Internacional. Se fosse uma catástrofe natural, 'a comunidade internacional teria sido chamada e haveria um socorro de emergência', declarou a organização em um boletim oficial sobre Jenin. Mas as tropas de ocupação impediram qualquer ajuda. Para observadores que ouviram relatos de sobreviventes, Israel tentava manter escondido um massacre em pleno andamento.

Os depoimentos de quem escapou são de gelar o sangue. Homens e mulheres contam ter assistido a execuções sumárias. Entre 60 e 70 palestinos teriam sido fuzilados já desarmados. Casas de três e quatro andares ocupadas por várias famílias foram derrubadas com os moradores dentro. Em uma delas, soldados israelenses ligaram o gás e, de fora, jogaram uma granada. Todos os ocupantes morreram. Segundo Saeb Erakat, o principal negociador palestino com Israel, os mortos em Jenin são cerca de 500. O governo israelense diz que tudo isso é exagero. 'São mentiras', disse o porta-voz do Exército, capitão Kfir Luzzatto. Segundo ele, Jenin é uma incubadora de terroristas suicidas e lá se travou uma dura batalha entre soldados e palestinos bem armados. Nas contas de Israel, morreram cerca de 45 palestinos em Jenin, todos eles terroristas que se recusaram a entregar-se, e 23 soldados israelenses. Não teriam havido fuzilamentos e as casas derrubadas para a passagem de tanques estariam desocupadas."

segunda-feira, abril 22, 2002

Piadinha boa pro final do expediente... Se bem que tô achando que já é velha.

Um homem bate com seu carrinho de supermercado no carrinho de outro homem, e pede desculpas.
"Sabe, estou procurando a minha mulher e nao sei onde ela está".
O outro diz:
"Mas que coincidência; eu também estou procurando a minha mulher... A propósito, como é a sua?"
"Ela? Morena, tem um corpo de violão, cabelos pretos até a cintura, com peitos duros empinados para a frente e esta usando um vestido preto, meio transparente, com um decote grande na frente. E a sua?"
O outro:
"A minha que se foda, vamos procurar a sua!"
Como eu disse pro pessoal da Bookmakers, tô virando geek mesmo :-(
Tô usando Eudora, Star Office, antivirus open source... Justo eu, o mais preguiçoso dos mortais com o micro, já tô vendo que muito em breve estarei usando Linux...
O lance da dengue tá pegando pesado na baixada santista. Meu amigo André foi uma vítima recente, ficou uma semana de molho por causa disso. Ainda bem que não chegou com tudo por aqui...
Pela primeira vez tive, na minha frente, uma batera com nove tons!! Imagina se o ensaio não teve um monte de viradas demoradas... Fiquei louco. O problema é que nem sempre casa, botar essas viradas típicas de progressivo em sons com levada de baião, etc. :-)
Mas às vezes até que fica legal. Só sei que fiquei morrendo de vontade de comprar vários tons.

Depois fomos ver o filme do Sean Penn, "I'm Sam". Como o "Mente Brilhante" (e quase todo filme americano) ele é cheio de clichês, mas pelo menos eu gostei por um simples motivo: me identifiquei com várias idéias do filme e, claro, com a trilha sonora. Os Beatles foram muito bem interpretados, e a escolha dos sons foi pra lá de excelente: "Across the Universe", "Blackbird", "Mother Nature's Son", "Strawberry Fields Forever", etc.
Demais, demais.

Cena que que tem tudo a ver comigo: a advogada stressada gritando "Home!" e o celular respondendo "discando para o escritório...", ela gritava de novo "Home!" e o troço respondia "discando para o escritório...", sem parar. Muito bacana, odeio coisas geeks ;-)

sexta-feira, abril 19, 2002

Quem vai pra Cantareira amanhã à noite põe o dedo aqui no Ouvido! Fora a diretoria, que já pôs!!
É festa de aniversário do Grandjean!!
Se o link aí debaixo não funcionar (site russo é uma tristeza...), vá no Uzinagaz, clique em "Jeux" e depois vá no jogo "Le chasseur", o sétimo no menu.
Não deixe de conferir também o Spermattack! :-)
Agora sim, mudou de endereço, mas agora tá ok, acho. Não deixem de ver!!!
Sua vida sexual é um tédio? Tente esse jogo. Se perder, tá fodido...
http://www.siski.ru/
Ed finalmente manda imagens pra gente! Diretamente do Peru, no caminho para Machu Picchu, ele pára em ruínas de uma vila Inca. Como vocês podem ver na foto, ele tá tentando fazer uma mágica :-) No fundo, na escada, tem uma coisa estranha, rosa, o que será aquilo???
Manda mais imagens pra gente, Ed!!

Hoje foi o primeiro dia da acupuntura. Foi muito legal. Doeu mais do que eu pensava, mas é bacana, ficar lá deitado, relaxando. Foram sete agulhas, tô todo marcado. :-)
Tomara que dê certo. Graças a Deus a minha boca tá melhor, já posso falar e comer.
Outdoor perto de casa, chamando pra festa da Força Sindical:
"O maior primeiro de maio do mundo!!"
E o mais pelego do mundo também... Muito axé, pagode e sertanejo, pra manter o trabalhor bem emburrecido até o dia seguinte. E volta pro batente....

quinta-feira, abril 18, 2002

A síndrome da tela branca é horrível. Você pode ficar horas sem ter idéia do que escrever, mas, no momento em que escreve a primeira linha, não importa o quanto ela seja ruim, parece que tudo vai embora. É o momento em que você se decidiu e já sabe como vai ser a matéria, ela já apareceu toda na sua cabeça.
Pelo menos comigo é assim. Ufa... agora já tô mais aliviado.
PUTA QUE O PARIU!!!
Merda, não tem outra coisa pra se dizer. Tô puto, minha saúde anda um saco. Não consigo nem comer nem falar direito, por causa de uma ferida na boca. Meu, tô muito zicado, tem alguém rogando praga, aí? Droga, droga....
O Átila que me passou esse vídeo. Pra quem gosta de ou estuda propaganda, é bem interessante.
Merda, o prêmio Visa ontem estava com ingressos esgotados. Paciência... Pelo menos fiquei sabendo antes de chegar lá.
Atenção para as mais tocadas nas rádios brasileiras no começo de abril!!!

1 - "Toque de mágica" - Pedro & Thiago
2- "All for Love" - Michael Bolton
3 - "Baba" - Kelly Key (Uhúuu!!)
4 - "Quando você passa" - Sandy & Junior
5 - "Tanta saudade" - Vanessa Camargo
6 - "Um bom perdedor" - Bruno & Marrone
7 - "Deixe a vida me levar" - Zeca Pagodinho
8 - "Festa" - Ivete Sangalo
9 - "Cristal Quebrado" - Leonardo
10 - "My lover's gone" - Dido

Sensacional!! O problema não é que os mais tocados são esses, mas que o que se toca é SÓ ISSO!!!!

quarta-feira, abril 17, 2002

Ok, estou indo para o prêmio Visa. Já esfolei meus tendões suficientemente, por hoje.
É engraçado, às vezes queria que o formulário do blogger fosse uma partitura, pra eu poder ir preenchendo com um monte de nota. Me dá vontade de só escrever nota, nem uma letra sequer.
Sua vida sexual é um tédio? Tente esse jogo. Se perder, tá fodido...
http://icelord.net/lesnik/escopeta.swf
Desde o início da Intifada, morreram quase mil e quinhentos palestinos, o triplo do número de mortes israelenses.
Pronto, todas as letras necessárias já estão em mãos. A música do MJ que eu queria é "Smooth Criminal". A gente acha que chama "Moonwalker" só por causa do game, chamado Moonwalker, em que essa música tocava sem parar.

Era um jogo muito legal por sinal. Pena que poucos acham isso. O Michael ficava dando aqueles gritinhos viados dele, de repente jogava o chapéu e matava todo mundo. Muito dez. Mas acho que eu curtia pra caramba mesmo por causa da música de fundo.
Ah, e parece que "A day in the life" teve problemas também na BBC por mexer com histórias de figurões da realeza. Algo relacionado com o verso "Fot thousand holes in Blackburn, Lancashire"

Realmente a estatal inglesa se negou a tocar o que pra mim é a mais linda música dos Beatles.

terça-feira, abril 16, 2002

Achar letra na Internet é a coisa mais fácil do mundo, mas tem uma que tá foda: Moonwalker, do Michael Jackson. Não tem em site nenhum!! Alguém pode me ajudar, Lu?
A gente pretende usar no show do QP. Pra vocês verem como a banda mudou, desde o início hiponga xiita.
Ôcha, finalmente achei o Evandro!! Ele tinha viajado no fim de semana e anda em época de provas na faculdade.
Beleza, então a gente marca algo pro fim de semana.
Médico falou: de uma em uma hora tem que parar de digitar e ficar parado por quinze minutos. Só que é foda. Imagina, tem que parar e ficar olhando pro nada, enquanto todo mundo continua que nem robozinho. Fico com vergonha, não tem nada pra fazer. E tudo o que eu não quero é ficar lendo, porque eu já leio tanto...
Ainda mais agora, que temos novo editor, bem na minha frente, fica mais difícil seguir a recomendação médica.
Enfim, e pra sair de assunto chato, registremos aqui os parabéns pro Grandjean!!
Acabei de falar com ele no telefone e ele me garantiu que saiu invicto mesmo dos 24 anos, idade perigosa... Tudo indica que eu saio também :-) Faltam só dois meses.
O foda é fazer aniversário em dia de fechamento, mas beleza, a gente arma alguma coisa aí no fim de semana.
Já esperava que o Alex viesse aqui dizer que a Margaret Tatcher não foi responsável pela Guerra das Malvinas.
Só que o raciocínio por trás do post e da música (que não têm e nem precisam ter nada de jornalístico, são mesmo expressões emocionais) é:
"Algum filho da puta desses vai afinal fazer alguma coisa pra acabar com a barbárie que é esse mundo?!?!"

Tatcher foi apenas mais uma: em mais de uma década no poder, a "dama de ferro" nada fez nesse sentido. Mas quantos inocentes soldados argentinos matou pra manter a "ilhazinha"?
Afinal essa merda de ONU (organização dominada por EUA, Reino Unido e comparsas) serve pra quê???
A Casa de Cultura gostou da gente. Chamou pra um show no dia 18 de maio. Só que é o dia do casamento da minha prima. Também não sei se o pessoal vai querer tocar, é aquele esquema "sem muito público", sabe?

Agora, engraçado foi a Nancy indo na casa do G. Lombardi. E a empregada nem sabia que esse era o nome do sujeito. Só quero ver o que vai dar isso :-)
Pára pra pensar: quantas músicas você conhece que falam mal de governantes atuais explicitamente. Uma música xingando o Ariel Sharon, por exemplo. Nenhuma, certo? Isso apesar de todo mundo odiar o cara... (até mesmo o Alex). É foda, eu gosto de música que fala de amor, mas será que todo mundo só tem isso pra dizer?

Tava pensando nisso porque ontem eu finalmente vi a letra da música que eu citei ontem, "The Fletcher Memorial Home", e achei lá justamente isso que eu tava procurando. Ela cita, um por um, os estadistas que em 1983 (quando ela foi gravada) eram os responsáveis por guerras em muitas partes do mundo. Fala até mesmo de Margaret Tatcher, a manda-chuva inglesa da época, que mandava ver nas Malvinas. Com grandes doses de raiva e ironia, Riger Waters chega a sugerir a pena de morte para eles, chamando-os de "crianças crescidas".
Deixando a polêmica sobre pena de morte de lado, como fazem falta músicas desse tipo. Como se não bastasse a melodia ser linda...
Alguém entrou aqui procurando no Google "Roger + Waters + odeio". Site errado, meu amigo...

Em tempo: lembrei que "O diário de um detento", dos racionais, cita o Fleury, xingando ele e seus comparsas de "corja de assassinos" (isso é muito bom). Mas naquela época ele não governava mais. Queria saber se "The Fletcher..." foi censurada na Grã-Bretanha, na época. Bem provável, afinal, até Beatles foram censurados nessa "democracia"...
Ah, e tem mais um!
Fábio Jr. Cover!!
Nossa seção "piores sites do mundo" ganha uma contribuição internacional!!
Cuidado ao abrir essas páginas, é muito ruim!!!!
http://www.geocities.com/asianprince213

segunda-feira, abril 15, 2002

Que coisa, o Evandro sumiu... Evandroooo, cadê você, caramba!
Liga aí pra gente!!
Eu consigo imaginar muito bem o que eu seria se não existisse música. Mas não acho bom descrever isso aqui :-)

É por isso que eu não me importo tanto em ser ou não músico profissional. A música já me deu tanto, me sinto satisfeito com ela. Mas claro, se rolar...
É impressionante como uma melodia às vezes pode parecer sem graça e, depois de algumas ouvidas, acabar ficando tão forte nos nossos ouvidos.
É o que tá acontecendo agora, com a música que eu acabei de citar (não a do Rappa). Tipo, agora cada nota parece ter sido escolhida por alguém como Beethoven. Ficaria lindo com quarteto de cordas. E antes pra mim era totalmente sem sal. Eu fico tentando entender o que faz simples combinações de freqüências sonoras fazerem isso com a gente. Alguns megahertz a mais, ou a menos, e a melodia atinge você em cheio.
Bizarro...
Putz, como eu gostei do "Fabuloso Destino de Amelie Poulin". Como os filmes europeus são mais densos e ricos que os americanos! Em duas horas de filme, foram tantas as sensações! Enquanto que em um filme americano, desses blockbuster, a única sensação é "quando vai parar de explodir bombas?" ou "quando o cara vai finalmente beijar a mulher?".
O "Fabuloso Destino..." até joga um pouco com essa última, mas tem muito, muito mais. Acho que fiquei meio apaixonado por ela :-)
Tem que ver!!
Como são fodidos o Rappa e o Jarbas Agnelli (o cara que fez o clipe "Made in Japan", do Pato Fu, entre outros). O novo clipe do Rappa, "Instinto Coletivo", assinado pelo cara, é simplesmente sensacional!!
Não deixem de ver!
Agora já temos 11 músicas prontas pra show (só falta ensaiar pra ficar mais redondo)! E vários ritmos diferentes, todos bem dançantes e pra cima. Acho que é o melhor show que a gente já montou, o mais variado: eu finalmente toco violão e bateria, tem divisão igual de vocalistas, músicas compostas por todo mundo.
Acho que vai pegar!
Música obcessiva do momento, na minha cabeça: "The Fletcher Memorial Home", Pink Floyd pra variar...
O fetiche do Alex
Parada básica para tomar um café no Frans, antes da balada de sábado. Passa uma japonesinha com saia e bota de couro bem do nosso lado. Imediatamente, o Alex, que tem adoração por mulheres com visual sadomasô, começa a passar mal.
Depois, quando eu disse que bastava uma bota de couro pra ele ficar a fim de uma mulher, ele confirmou:
- É capaz de eu ficar com a bota e largar a mulher...
Isso que é fetiche!

sábado, abril 13, 2002

Amanhã tem ensaio!! Estamos quase com nosso show pronto, daí é só botar pra quebrar!!!!
Tá ficando bem bacana
Ihh, chega de posts esquisitos, tá um dia lindo lá fora!
Foi mal, a Internet é uma bosta, uma puta fonte de mal-entendidos... tinha esquecido disso.

sexta-feira, abril 12, 2002

Jogam fora o maior (e melhor) amor do mundo, o que eu posso fazer? Depois não podem reclamar da vida.

Porque tem tanto amor meia-boca por aí...
Hoje essa música do Queen não sai da minha cabeça. E isso acontece sempre. Acho que muita gente não percebe, mas eu mudei pra caramba desde 2000, e ainda tô mudando. Infelizmente ou felizmente, sei lá.
Quer dizer, vou ficar mais na minha, cuidando da minha vida.
Tô cansado e vou ficar aqui quietinho, agora.
Beijos a todos.
Du, Nancy e Grandjean, pra que discutir se todos têm a mesma opinião? Foi tudo um mal-entendido, nada mais. A culpa é da Internet, como sempre: nunca dá pra saber direito o que é brincadeira e o que não é, já cansei de brigar com pessoas por email por causa disso...
Nothing really matters
Anyone can see
Nothing really matters
Nothing really matters
To me

quinta-feira, abril 11, 2002

Piadinha pra descontrair, tirada diretamente do site da revista PHD, que por sinal se encontra em estado de hibernação. Beijo pra todos!

O cara estava bebendo cerveja e vendo TV na sala enquanto vigiava o namoro da filha de 14 anos na varanda. A cerveja já estava fazendo efeito, quando ele começa a coçar o ouvido com um amendoim (coisa de bêbado). De repente, a casca do amendoim quebra e o caroço de amendoim entala no ouvido. O cara fica desesperado, começa a tentar tirar o amendoim com o dedo e empurra mais pra dentro. Pega uma tampinha de caneta, mas o amendoim entrou mais ainda. O sujeito já estava louco, gritando, chamando a mulher, que veio correndo. A filha e o namorado também entram na sala pra ver o que estava acontecendo. Quando viu a cena, a filha disse:
- Pai, que é isso! Que vergonha!
O namorado gaiato, como se tudo estivesse bem, interrompe:
- Calma, que eu dou um jeito! Quando era escoteiro, eu que socorria os amigos!
O entalado, que já estava sem graça, agora estava puto com aquele sujeitinho dando palpite, mas acabou aceitando ajuda. O sujeitinho mete dois dedos no nariz do marmanjo, e diz:
- Fecha a boca e sopra pelo nariz com bastante força!
O Cara soprou e - Pop! - fez o maldito amendoim sair do ouvido. O namoradinho sai todo convencido, a filha toda apaixonada. A mulher, encantada com o eficientíssimo rapaz, diz pro marido:
- Viu que gracinha? Ele é tão calmo, tão controlado nas emergências. O que será que ele vai ser?
E o marido, mais puto que nunca, responde:
- PELO CHEIRO DOS DEDOS, VAI SER NOSSO GENRO!!
Quase todo mundo já recebeu por email aquelas fotos com tatuagens engraçadas em cima de órgãos sexuais, ou referindo-se a eles. Não vou botar elas aqui porque são bem explícitas, mas tem uma que não é assim tão escancarada e é bem divertida.
E boto também para fazer uma pergunta: tem que ser de hena, não?? Porque senão, essa mulher está fadada ao fracasso sexual. Ao tirar a calça pra qualquer um, primeiro ela vai causar um ataque de riso histérico e broxante. E depois, mesmo recuperado do susto, ficaria difícil o gajo encarar de frente esse velhinho aí e ainda mandar bem...



Bom, como tinha que me esquecer de alguém, acho que foi a Du. Mas isso, claro, em represália inconsciente por ela ter me difamado em seu blog :-)

Aliás, Du, você é aquela do seu blog ou eu que te conhecia tão mal?? Não importa, é mesmo muito divertido o Mulher Maldita.

quarta-feira, abril 10, 2002

Pois é. E eles nem aceitam mais assinaturas. Tudo sobrecarregado...


Ê, YACCS!!!

Esqueci dos Los Bookmakers. Só o Átila comenta com certa constância, o resto prefere mesmo mandar ver na lista de email. Que por sinal continua ótima :-)
O nível de debate aqui anda muito bom. Muitos comentários, o que é bem legal. A Digerati agora tá bem representada com o João e o JuBash também entrou, mas só postou uma vez. O resto da editora tá sumido.
O Alex, mesmo com blog, comenta bastante. Mesma coisa o Grandjean. O Evandro sumiu, por causa do trampo. A Dani Freitas também, não sei por quê. Nancy e Lili continuam ótimas visitantes ocasionais, mas DaniDani parece que resolveu desencanar de participar, mesmo.
Tarcila, discreta como é, comenta de vez em quando. Como a Ofélia (mas com inteligência diametralmente oposta à dela) "só abre a boca quando tem certeza". E a Lu, no meio da correria de trampo e estudo, ainda consegue aparecer uma vez ou outra.
E ainda tem o Ed, com seus relatórios de viagem. Falta o Carlão fazer mais isso.
É isso. Só faltam pessoas novas comentarem também. Vejo que muitos entram depois de fazer busca no Google, mas não comentam nunca. Seria legal se isso começasse a rolar.
Droga, hoje dormi super pouco, fiquei até uma da manhã assistindo o Ensaio com Oswaldo Montenegro (sim, eu padeço desse mal, gosto de algumas coisas dele, apesar de realmente ter outras coisas meio mala) e tive que acordar cedo pra ir no dentista. Tive problema no dente de manhã, sorte que era no dia em que eu ia lá...

terça-feira, abril 09, 2002

Hoje doeu um pouco mais. Tem muita coisa que eu queria escrever sobre isso, mas não posso, tenho que descansar a mão. Acaba ficando entalado...
E ele não chamou mesmo Romário... Mas, tirando isso, gostei muito da convocação. Uma coisa é certa: o Brasil pode estar fraco (o que tem uma série de motivos) mas vai ser, com certeza, a seleção mais aguerrida da história brasileira em Copas. Essa é a marca do Felipão e vai ser bacana de ver.
Já que a gente estava falando no assunto...

Não que goste de sexo com animais (longe de mim), mas perguntei pro Alex (que tanto rejeita a prática) que mal isso pode fazer ao bicho e ele não me respondeu muito bem. Dizia apenas que "ia contra a natureza do animal". Ok, mas sei lá, se ele não souber me dizer um mal confirmado que esse tipo de prática pode ter causado, não fica caracterizada a violência, eu acho...
Não concordam comigo?
Parece que tá rolando a convocação pro último amistoso. Romário não deve estar de novo. É um absurdo, é de longe o melhor atacante do Brasil, muito experiente e motivado. Tinha que estar lá. Ou é interferência do patrocinador ou burrice do técnico.

Se for porque ele causa distúrbios ao ambiente, então Felipão tá assinando atestado de incompetência. Uma das atribuições de um treinador é juntar os melhores e cuidar para que eles trabalhem dentro de um ambiente harmonioso e disciplinado. Se for por questões técnicas, como ele chegou a dizer (tipo, "Romário não se movimenta, os outros têm que jogar para ele"), também tá errado: o que ele produz, fazendo tantos gols e jogadas de ataque, mesmo parado, compensa tudo isso.

segunda-feira, abril 08, 2002

Cheguei finalmente aos 3000 hits!!! E dessa vez o autor da façanha não foi a Dani Freitas, que havia sido a mil, 2 mil e dois mil e um.
Provavelmente ele nem sabe que foi ele, mas o Alex é o número 3 mil! Quem mais entra todo dia no meu site usando Virtua???
Legal, valeu, Alex!!
A Nancy marcou um show com voz e violão pra maio. Eu tava preocupado, por causa do meu braço, mas ainda bem que acabou ficando pra junho, na Livraria Cultura.
E tem outra boa notícia. Não queria falar antes de ter certeza, mas acho que esse remédio melhorou meu estado muito mesmo. Estou bem melhor. Isso quer dizer que o outro médico é um verdadeiro FILHO DA PUTA, que não tava nem aí pro meu problema e nem lembrou de trocar o remédio.
Nunca se esqueçam de pedir segunda opinião e desconfiar de médicos incompetentes!!
Grande fim de semana! Ótimo ensaio, boas baladas, grande show do Cição, Palmeiras empata com o Corinthians e mantém a liderança (com direito a assistir ao jogo em pay per view), São Paulo perdendo pro Santos no último minuto e caindo pra quinto lugar... Enfim, que mais eu quero da vida??

sexta-feira, abril 05, 2002

Bom, vou indo nessa. Programação do fim de semana inclui, ensaio, barzinho na paulista, cinema, show do Cição e muito mais!
Epa, isso até parece as manchetes que a gente faz aqui pra Geek... Esse negócio vicia...
Beijos, povo, valeu os mais de 50 comments e os 70 hits de hoje!!! (pelo menos até agora...)

Ihh, esqueci que mais da metade dos comments são meus :-)
Pronto, Du, olha o link aí do lado pra vc!!!
Yes! O post de Israel tem o recorde de comments do Ouvido. Vinte e quatro até o momento!!
Mas eu cansei de discutir, ninguém em sã consciência acha que Israel está certo, nem que as ações palestinas são adequadas. Fodam-se aqueles que fazem a guerra!!!!!!
Entre outras coisas, o porquê de eu não partilhar da admiração do Alex pelo povo israelense...
Veja aqui.
E só confirmando, pra quem não viu os comments, o Daltony era ator de filme pornô mesmo. Informação checada e confirmada. Depois eu coloco aqui os vídeos para os interessados
brincadeirinha :-)
E pra quem gostou do Daltony, conheçam agora o Joel SP! Mas cuidado, esse aí consegue ser mais trash ainda, não acessem depois de almoçar!!!

quinta-feira, abril 04, 2002

Hahahaha
Típico, somos jornalistas, eu e o João, então esquecemos de checar a informação. O dia do jornalista é dia 7, não é hoje.
Mas também, quem tá ligando??
Parabéns, jornalista, hoje é o seu dia!! Aproveitem e deixem de ser tão chatos, metidos e incompetentes!! (como eu estou mau hoje :-)
Ontem tava lembrando de como conhecemos a Nancy, em 1996. Eu e o Grandjean, tocando na PUC, à noite, debaixo da jabuticabeira, e duas meninas vendo a gente no segundo andar. Daqui a pouco elas descem e começam a cantar com a gente. Uma cena comum, cotidiana. Lembrei de que, na hora, nem sonhava que estava conhecendo uma das pessoas mais importantes pra mim nos anos subseqüentes e aposto que o Grandjean também nem pensava que estava conhecendo a mulher da sua vida :-)
Cantamos nossas músicas de começo de banda, algumas muito meia-boca (tinha até uma que se chamava "Fuder" :-), elas foram embora e tudo ficou igual.
Eu acho que isso é uma das coisas mais bonitas da vida. A gente sempre é surpreendido pelo destino, mesmo cansados de saber que é assim que ele age. Aparece do nada e muda a nossa vida. Sem que a gente faça nada, nem procure.
Então eu pensei que não há mesmo motivos pra ficar triste, pra se sentir sozinho ou deprimido. É fácil ter esperança. A vida sempre se encarrega, sozinha, de mudar tudo, de fazer as "pedras rolarem".
A vida é linda...
Hoje é um dia especial pra uma pessoa muito especial. Não, não é nenhum aniversário. É o começo da virada, hora de ir com tudo pra mudar a história, com os dois pés no peito (como diz o meu chefe :-). Mas não é uma vitória de hoje, e sim uma luta de muitos meses que já vem sendo ganha há algum tempo, o que é motivo de muito orgulho pra mim. Agora é apenas a hora de fazer o gol.
Então acorda, lava o rosto, se arme de toda a coragem que eu sei que tem aí e boa sorte!
Eu fico aqui torcendo, e depois você já sabe que não vai ficar sozinha em nenhum momento, né?
Um beijo bem grande! Logo mais a gente se fala.

quarta-feira, abril 03, 2002

Um dos discos que os fãs de Pink Floyd menos gostam é o The Final Cut. Isso porque ele é quase um álbum solo do Roger Waters, só tem baladas simples, nada do clima viajante que caracteriza a banda, além de marcar um momento de muitas brigas entre os integrantes.
Mas o fato é que eu adoro esse disco. Ele tem músicas muito lindas, bem diferentes do tipo de som do Pink Floyd, mas muito legais mesmo, quase sempre com som de piano e orquestra. Pro meu gosto é maravilhoso. Pros fãs, entendo que não seja muito.
Só tenho em k7. Mas vou urgentemente comprar em CD.
Pouco antes de eu ir almoçar, liga o dono da editora: "Mauricio, temos um almoço hoje". E eu: "Nossa, quem vai, por que?". Fiquei com medo, isso nunca aconteceu, o dono ligar pra convidar pra almoçar. Mas, como sou fiel aos meus amigos, disse que já tinha combinado com o Alex e a Camila. ficou pra amanhã.
Ele então convidou o estagiário, que disse que o chefão só queria mesmo manter a proximidade com os funcionários, que realmente andam meio assustados por aqui.
Um ótimo motivo pra ficar feliz ontem foi que voltei a fazer natação normalmente. Tinha medo de forçar muito, mas o médico disse que não tem problema. Beleza, faz muita falta pra mim nadar bastante.
Só pra vocês rirem um pouco, mais um site de narcisita, o http://www.daltony.com.br/. Ele faz uns bisoitos de polvilho muito ruins, sempre com a foto dele na embalagem escrito "Sou eu quem faz". E as músicas dele, então? Destaque pra do peixe Zé Mané. Esse mundo é totalmente bizarro..
Eu acho que as pessoas que lêem esse blog do começo ao fim chegam à conclusão de que eu sou um ser assexuado. Então tem que rolar uma explicação: eu realmente decidi, quando comecei a escrever aqui, que não ia ficar falando de rolos, ficadas e afins, porque acho que esse não é o lugar ideal pra isso. Deixo pra comentar essas coisas no modo tradicional, fora do mundo virtual.
Pronto, explicado. Ah, e pra quem não me conhece tão bem, não sou viado, gosto de mulher mesmo :-)
Faz parte...
E o Kleber ganhou o BBB. Só vi os últimos dias, achei aquele povo todo do começo muito do mal (ou "de blair", como diz a Lili). Alguns poucos eram legais e esse Kleber era um cara muito burro e chato. Mas, enfim, ganhou.
Dizem que foi porque era ingênuo e sincero, como uma criança. Mas acho que não era só isso, a mulherada gamou nos músculos do cara também.
Ou seja: o povo não sabe votar nem pra Big Brother, quanto mais pra presidente da república...
Faz parte...

terça-feira, abril 02, 2002

Ando meio na PCA (como diz a Dani). Tenho recebido tão poucos emails...
Eu botei piada, o Zé Simão repetiu, mas tem uma ótima sobre a não-bandeirada do Pelé no Quadum. Não deixem de ver.
E parece que o Pelé só deu a bandeirada pro nono colocado. Foi muito hilário...
Sou fanático mesmo. Pra quem pensa que minha caixa de comentários é verde por causa do Quanta Planta, estão enganados. É verde e branca por causa do Palestra!
E são minhas cores preferidas, claro!
Então decidido. Vou assisir a "O fabuloso destino de Amelie Poulain" nesse fim de semana e o do Sean Penn no outro. Quem topar é só dizer aqui. Por enquanto, tô indo sozinho nesse primeiro.
Poxa, Alex! Depois que fez o blog, nunca mais colocou comments aqui, que coisa!
Acabei de voltar do novo ortopedista. E não é que ele desdisse tudo o que o outro fez? Disse que não adianta imobilizar, luva, fisioterapia, nada. Que o que adianta é moderar a digitação e achar o remédio certo, que nem isso o outro médico tinha feito direito. E falou tudo isso explicando o porquê. Me deu outro remédio e agora eu vou ver. Pelo menos esse é muuuito mais atencioso, o outro parecia que tava pouco se fodendo pro problema.
Vamos ver, ele terminou a consulta assim: "Coragem!". Ele realmente me inspirou confiança.

segunda-feira, abril 01, 2002

Preciso urgente ir no cinema esta semana pra assistir:
a) O fabuloso destino de Amelie Poulain (adoro filme francês)
b) Uma lição de amor (aquele do Sean Penn, Só com músicas dos Beatles!)
Alguém se habilita?
E o que foi o Pelé dando a bandeirada no GP Brasil?? O cara tava viajando, foi o maior vexame. Aliás, GP Brasil é sempre vexame, não basta o Rubinho (que já acho que além de meia boca é sabotado na Ferrari), tem as placas de publicidade que caem na pista e agora o Pelé como diretor de prova :-)
Acho que ele esqueceu de dar a bandeirada pra fazer jus à fama de garoto-propaganda do Viagra: não levanta a bandeira nem ferrando...
Como foi bom o feriado! Altamente relaxante. É muito bom ter uma casa na Ilha Comprida, muita paz naquele lugar.
Churrasco todo dia (de peixe, frango, carne, linguiça, tudo enfim), muito sol, música. Mexi no iPod, que o Grandjean comprou, muito legal! E fácil também.
Nadamos no rio e no mar, levei queimadura de água-viva, toquei violão, tomei picada de mosquito, uma maravilha! :-)
Agora volto pro batente mais tranquilo. E pronto pra encarar o médico novo, amanhã.