segunda-feira, maio 30, 2005

Êeeee, peguei minha máquina! Nada de fotos de cachorros!
Esse é um lugar até que legal que descobrimos na Joaquim Távora, chama-se No Quintal.

A galera presente ao evento


Como eu beijo estranho...


Alex e Cami, olha que amor fraternal...

quarta-feira, maio 25, 2005

Difícil descrever o que eu senti hoje de manhã, às 5:30, quando passei 40 minutos pra conseguir chamar uma ambulância pro meu pai. O que passava pela minha cabeça era o sentimento mais profundo de indignação que eu já havia experimentado, misturado com uma angústia terrível, imaginando que o tempo estava acabando.

Meu pai teve uma crise convulsiva, mas eu não sabia ainda o que era enquanto tentava ligar para inúmeros telefones que me passavam, imaginando que os minutos podiam faltar.
Liguei para o famoso hospital Beneficência Portuguesa, no qual meu pai se trata desde que me conheço por gente, e lá me atendeu um sujeito que mal sabia falar, tentando dizer que só tinha uma ambulância, mas que a mesma se encontrava com a "sirene quebrada", e por isso não podia sair.

Me passou o telefone de dois “serviços de retaguarda”, um dos quais me disse que "as ambulâncias estavam todas ocupadas e que, além disso, as ruas estavam interditadas". Então meu pai tinha que esperar a chuva passar pra ter a crise... Ok, compreendi.

Liguei para o nosso plano de saúde, a Cassi, do Banco do Brasil, tido como um plano de boa qualidade. Primeiro tive que fazer várias tentativas, com o telefone sempre dando ocupado. Quando consegui, me falaram um grande texto pronto, informando que não faziam remoção de residência, que tinha que fazer particular, pegar nota fiscal para reembolso, etc., etc. e depois de toda essa ladainha (ué, não era uma emergência?) terminaram por perguntar o que eu faria. E eu, lógico, “Me passa logo esses números!!”. Pois bem, eram dois serviços novamente, o primeiro era o mesmo das “ruas interditadas” e o segundo, quando eu liguei, me disse para só ligar “depois das 7”. Ahh, claro, meu pai tinha que ter a crise depois de a chuva passar e ainda tinha que ser depois das 7! Como eu sou burro, não pensei nisso...

Por fim, depois de 40 minutos, já passando mal de angústia, consegui um atendimento pelo 192, o resgate dedicado a qualquer cidadão. É uma vergonha para os serviços “particulares” acima citados.

Difícil descrever o que eu senti. Mas o mais próximo seria: eu tenho vergonha de ser brasileiro.

PS: Meu pai está bem, se recuperou 100%. Mas os acontecimentos que descrevi podiam lhe ter custado a vida. Ainda estamos investigando as causas do episódio, mas as possibilidades mais graves já estão descartadas. Muito obrigado a todo mundo que ligou e torceu para que no fim tudo desse certo.
Meu Firefox avisa: amanhã (quarta), 90% de chance de chover, mas quinta, 0% de chance!
E amanhã (quarta) saberemos quem é o novo rei da Europa, Milan ou Liverpool. Os dois times que mais venceram o campeonato europeu, depois do Real Madrid. E uma oportunidade pra Inglaterra empatar com a Espanha e Itália e voltar a ser o país que mais venceu essa porra. Não preciso nem falar pra quem eu tô torcendo, né? :-). Mas o Milan é favorito absoluto, para delírio das kakazetes.

E sintomático que esse é pra mim o principal evento esportivo amanhã, e não Palmeiras x São Paulo.

terça-feira, maio 24, 2005

Terminei finalmente o "100 anos de solidão", com uma constatação e uma surpresa.
Primeiro pude ver o quanto o cara domina a arte da prosa. É impressionante como ele conduz a narrativa por 400 páginas quase monolíticas, contando a história de "duzentas" gerações de uma família e utilizando tudo quanto é tipo de recurso de linguagem e de imaginação.

A surpresa foi ver que eu, um péssimo leitor de ficção, consegui chegar até o fim relativamente rápido, me envolvendo muito com a narrativa, ainda por cima. Porque muitos leitores melhores do que eu falharam nesta empreitada...

Próxima para Ulisses, do James Joyce! Brincadeira!! Esse não vou conseguir nunca... mas o Laranja Mecânica, esse sim, pretendo ler assim que tiver em mãos.
Droga, eu tinha um monte de fotos pra colocar no ar, e não eram de cachorros!
Mas fui esquecer minha câmera com a Pati, e agora não posso postar... :-/

sexta-feira, maio 20, 2005

Pra continuar a seção Cachorros, claro, o Negui! Com seu amigo Moreno em uma viagem pelo litoral brasileiro.

quinta-feira, maio 19, 2005

Não dá pra querer comparar Palmeiras com São Paulo, hoje. Senão vejamos:

São Paulo:

Rogério Ceni - Um dos melhores goleiros do Brasil
Cicinho - O melhor lateral direito em atividade no País
Lugano - Um zagueirão uruguaio raçudo e eficiente
Júnior - Campeão mundial pela seleção em 2002 e da Libertadores pelo Palmeiras em 99, muito craque
Mineiro e Josué - Grande dupla de volantes, guerreiros e técnicos
Grafite - Um dos melhores atacantes jogando no Brasil, hoje
Luizão - Também campeoníssimo, o maior artilheiro brasileiro da Libertadores em todos os tempos

Citei aí 8 jogadores dos 11 titulares. Sobram três jogadores eficientes, Danilo, Fabão e Edcarlos.

Agora o Palmeiras:

Marcos - Um grande goleiro, campeoníssimo, mas que não está no auge
Juninho - Grande meia, mas chegou há 2 semanas
Marcinho - Bom jogador, mas novo, precisa provar que é craque, e chegou há 1 semana
Magrão - Muito bom, mas está machucado. Quem sabe volta semana que vem, mas não resolve sozinho

Citei os 4 jogadores de destaque. Faltam 7. O problema é quem são esses 7:

Bruno - Quem??
Gláuber - Quem??
Nem - Nem te conheço...
Daniel - Quem??
Marcinho Guerreiro - Tá zoando com a minha cara...
Corrêa - Tem a ver com a CPI??
Lúcio - Vish maria...

Ainda tem os quase titulares Osmar (quem??) e André Cunha (quem??). O problema não é eles serem simplesmente desconhecidos, é eles serem o cúmulo do mediano, quando não uns toscos completos (caso especial de quase todos da lista acima)!!

Enfim, eu disse que o Palmeiras estava MUDANDO, e realmente parece estar. Mas, nesse ritmo, ainda vamos ter que esperar muito até que consigamos ganhar grandes clássicos e títulos. Dois jogadores comprados em cima da hora não fazem um time vencedor.

E quanto aos são-paulinos, parabéns pelo bom time que têm, mas melhor não comemorar ainda. Bater em bêbado (como Palmeiras agora e Corinthians na semana passada, que com certeza entregou o jogo) não quer dizer muita coisa, especialmente em Libertadores.

O Palmeiras decididamente não é o que de mais complicado vocês vão enfrentar por aí
:-)

terça-feira, maio 17, 2005

Eu sou louco: como se não tivesse mais nada pra fazer estou aqui pesquisando a história do campeonato inglês...

Sei que não interessa a ninguém, mas tô a fim de registrar e aqui vão as conclusões:

Até 1970, o campeonato era ultra-disputado e havia quatro grandes vencedores:
Arsenal (Londres) - 8 títulos
Manchester United, Liverpool e Everton (esse também de Liverpool) - 7 títulos.

Esses dados demonstravam também a força do futebol do norte da Inglaterra (onde ficam Manchester e Liverpool), a maior fragilidade do sul (onde fica Londres) e a rivalidade dos times de Liverpool, que foi algo que eu realmente pude sentir quando estive lá.

De lá pra cá, coisa esquisitas aconteceram: o Arsenal ficou 18 anos sem título, até 1988, o Manchester passou 26 (!!) anos na fila (o que daria inveja aos corinthianos, que passaram 23) até 1992, o Everton só ganhou 2 títulos desde então e, vendo tudo isso, sobrou pro Liverpool. Foram 10 títulos em 15 campeonatos, entre 1972 e 1989!

Depois disso, a lei da compensação prevaleceu, e o Man United e Arsenal ganharam 12 dos 14 campeonatos. E é a vez de o Liverpool encarar a fila de 15 anos. Agora parece se iniciar a era do pequeno e bilionário Chelsea (com lavagem de dinheiro estilo Corinthians).

O resultado dessa lambança toda é que o Liverpool hoje tem 18 títulos, contra 15 do Man e 13 do Arsenal. E o Everton, coitado, ficou só lembrando do passado...

Enquanto isso, o meu time, o Tottenham Hotspur, é o Grêmio de lá. Time copeiro, que até 1996 era o que mais tinha ganho o torneio mais antigo do mundo, a Copa da Inglaterra (8 títulos), mas que só ganhou 2 vezes o campeonato inglês e hoje é só coadjuvante.

Mesmo assim eu não mudo de time. Como aqui :-).

PS: E o Man United e Liverpool são o Flamengo e Corinthians de lá, respectivamente, os times "do povão". Mais uma vez mostrando que, futebol, por lá, é no norte do país.

domingo, maio 15, 2005

Serviço rápido de entrega de chinelos:

sábado, maio 14, 2005

O stress bate à minha porta...

terça-feira, maio 10, 2005

Pô, a gente passa 13 meses sem trabalho fixo, daí quando surge alguma coisa, chovem outras pessoas querendo que você trabalhe pra elas. Coisa estranha...
Acabo de receber um e-mail do nada perguntando se eu topo fazer uma entrevista. Nem sei quem me indicou. Mas topo, ué, vamos ver do que se trata.
Tá, Carô, vou comentar do Curintia. Tô preocupado com o grave problema social que as derrotas humilhantes do "Timón" estão causando...
Acabou de dar no UOL: "Mais uma rebelião violenta na Febem Tatuapé". Do lado daquele endereço, Marginal sem número...
Walked across an empty land
I knew the pathway like the back of my hand
I felt the earth beneath my feet
Sat by the river and it made me complete

Oh simple thing where have you gone
I'm getting old and I need something to rely on
So tell me when you're gonna let me in
I'm getting tired and I need somewhere to begin

I came across a fallen tree
I felt the branches of it looking at me
Is this the place we used to love?
Is this the place that I've been dreaming of?

Oh simple thing where have you gone
I'm getting old and I need something to rely on
So tell me when you're gonna let me in
I'm getting tired and I need somewhere to begin

And if you have a minute why don't we go
Talk about it somewhere only we know?
This could be the end of everything
So why don't we go
Somewhere only we know?

sexta-feira, maio 06, 2005

É, aos poucos o Palmeiras vai se mostrando mudado. Em vez do "Bom (na verdade horrível) e Barato", mostra contratações diferentes agora. Em pouco tempo chegaram Juninho (campeão mundial pelo São Paulo e pelo Brasil), Marcinho (já jogou na Seleção e carregava o São Caetano nas costas há um tempo), Gioino (um argentino bom de bola que marcou três gols no São Paulo nessa Libertadores) e Washington (um bom destaque do campeonato paulista que sozinho livrou a Portuguesa do rebaixamento).

Muito bom pra quem estava se especializando a comprar jogadores medíocres (vindos de times da segunda divisão ou sem nenhum destaque que justificasse o negócio). Assim a gente começa a ter esperança de que o time vai voltar a disputar campeonatos da forma que a sua tradição exige.

quarta-feira, maio 04, 2005

Contrato assinado!! Agora é trabalhar e trabalhar!

segunda-feira, maio 02, 2005

Ontem teve uma pequena reunião aqui na minha casa. Engraçado, fico falando de trabalho e nunca mais comento outras coisas legais que têm acontecido.
Por exemplo, há duas semanas toquei com a Camila num barzinho no Brooklin, foi muito legal, mas nem botei um post depois pra contar. Mas tudo bem, haverá outros em breve, talvez já na semana que vem.

Quanto à balada de ontem, tô vendo como é legal "sair" sem sair de casa. Nunca fui muito de fazer isso, afinal moro longe pra caramba, mas hoje em dia tem rolado. Acho que compensa o trabalho de arrumar a casa depois pra ver tanta gente que é tão difícil de encontrar hoje em dia... Vamos fazer mais vezes!!

domingo, maio 01, 2005

Então tá, como recomendou o Flexero, fui instalar o Thunderbird, até porque fazia muito tempo que não via a quantas anda o programa de e-mail do Mozilla. E é verdade que ele está muito bom, sem os bugs de antigamente. Só que eu prefiro mesmo ficar com o Outlook. E aqui ressalto que eu tô falando do Outlook mesmo e não do Express. Senão teria que usar dois programas, um pra e-mail e outro pra calendário, tarefas, anotações, etc. Prefiro deixar tudo num só. Não só por isso, mas por outros problemas que vi no Thunderbird:

- Importou direitinho os dados do Outlook, mas perde o terceiro email de um contato, se ele tiver três cadastrados
- Nao consegue importar as configurações de contas do Outlook
- Ao criar regras, você tem que digitar todos os contatos à mão
- Há, em geral, um trabalhão para criar regras, especialmente porque você tem que criar um grupo delas pra cada conta de e-mail

Isso porque fiz um teste simples, não sei se as prioridades de regras funcionam bem (já que tava tendo tanto problema com isso no Eudora).
Enfim, por enquanto fico onde estou, com Outlook pra e-mail e organização pessoal e Firefox como browser. Até prova em contrário, estes são os que eu prefiro.