domingo, julho 31, 2005

Peguei o helicóptero do Roberto Justus emprestado só pra mostrar: o que vocês achariam de morar aqui (cliquem para ver ampliado)?



Distância do metrô:

- À pé: 22 minutos
- De ônibus: 10 minutos
- De carro: 5 minutos

quarta-feira, julho 27, 2005

Parece que finalmente a Microsoft vai apostar um pouco na parte cosmética do Windows. Depois do desastre que foi o XP (não sei quanto a vocês, mas acho aquele vermelho e verde um lixo), vão ficar mais clean no Vista (e ainda bem, pararam com aquela coisa de chamar a próxima versão de Longhorn, ou Windows Chifrudo).

Taí um screenshot recém-liberado pra provar o que digo (cliquem sobre ele para ver em tamanho graaaande):

segunda-feira, julho 25, 2005

E a procura por apê continua... (avançou bem nas últimas semanas).
Só que sabem quanto é mobiliar minimamente um apartamento?? 6 mil!

Tô fodido. Preparem-se para encarar uma versão extremamente pão-dura do Maurício pelos próximos meses.

sexta-feira, julho 22, 2005

Parece que está claro o que aconteceu: o grupo Articulação do PT tinha um projeto para driblar a democracia, que consistia em comprar políticos e aliciar empresas para fortalecer-se política e financeiramente, usando o poder econômico das estatais. Desta maneira seriam imbatíveis em qualquer eleição.

terça-feira, julho 19, 2005

Vejam que interessante. E um dos fundadores do grupo que faz este estudo diz que o fato de os governos americano e britânico nem contarem o número de mortos civis no Iraque ajuda a aumentar o ódio muçulmano contra o Ocidente. Óbvio...

segunda-feira, julho 18, 2005

Meu Deus, quem diria em sã consciência em 2002 que o PT teria problemas na presidência justamente com corrupção??? A gente podia imaginar problemas, mas mesmo tucanos jamais poderiam esperar por esse presente. Olha essa agora: Novidades sobre o caso Lulinha

domingo, julho 17, 2005

Claro, tudo o que eu falei aqui sobre o São Paulo resume-se ao âmbito esportivo. Não tenho comentários a fazer sobre os "manos" imbecis que compõem hoje 80% da sua torcida.

sexta-feira, julho 15, 2005

São Paulinos, parabéns!
Vocês podem ter orgulho de torcer para um time que é diferente. Sim, diferente (e não venham os corinthianos torcerem o nariz, já que eles adoram dizer sem razão que “o Corinthians é um time diferente), pois o São Paulo realizou uma façanha digna de estudo.

Faz tempo que paro pra pensar no quanto o São Paulo cresceu. Os mais jovens (ou “as mais jovens”) que vêem os Raís, Kakás, Cicinhos e Luganos podem pensar que o São Paulo sempre foi um time tão bom assim. Mas não é verdade. Até 1980 era sem dúvida a quarta força do estado. Hoje, ninguém também pode duvidar de que é a primeira, ao ser o primeiro time brasileiro a conquistar 3 vezes a Libertadores, o grande torneio do Continente. Mais uma vez, nem venham os corinthianos falar de Mundial da FIFA! Não botem o Torneio de Verão do Eurico Miranda nessa história!

O divisor de águas que fez do São Paulo o melhor deveria ser estudado pelas diretorias de outros clubes. Até 1985 eles gostavam de falar que “era fase”. Só que essa fase dura tempo demais. Vinte cinco anos se passaram e o São Paulo continua ganhando. Falcão, Careca, Muller, Raí, Leonardo, Zetti, Juninho, Denílson, Kaká, etc., etc. Tudo isso sem Parmalat, Hicks Muse, máfia russa ou coisa que o valha.

É porque, senhores, o clube é BEM ADMINISTRADO! Simples assim, não??? Lá, investe-se bem em busca de retorno. Nada de se vender para qualquer espertalhão. Nada de política “bom e barato”, que na verdade é “horrível e barato” e só serve para jogar dinheiro fora, perder torcida e afundar o time para a segunda divisão. Nada de ditaduras que duram décadas e são chefiadas por pessoas de caráter suspeitíssimo, pra dizer o mínimo.

O São Paulo é um grande clube, e se é assim, é porque soube construir sua história desde 1980. Continue assim São Paulo. E que os demais (em especial o meu time, outrora tão vencedor) finalmente tirem alguma lição disso tudo.

Aí vão alguns dados que compilei e que confirmam minha tese:

Libertadores (Principal torneio para times da América do Sul e o mais valorizado pelos clubes brasileiros, atualmente)
São Paulo salta do 3º para o 1º lugar
Antes de 1980:

Santos – 2 títulos
Palmeiras – 2 vices
São Paulo – 1 vice
Corinthians – 0

Depois:
São Paulo – 3 títulos e 1 vice
Palmeiras – 1 título e 1 vice
Santos – 1 vice
Corinthians – 0

Estaduais (Torneio mais valorizado entre times paulistas até pouco tempo atrás. Ótimo termômetro de eficiência, por ser disputado desde a fundação dos clubes)
São Paulo salta do 4º para o 1º lugar
Antes de 1980:

Palmeiras – 18 (média de 0,27 por ano)*1
Corinthians – 16 (média de 0,228 por ano)
Santos – 14 (média de 0,20 por ano)
São Paulo – 10 (média de 0,222 por ano)

Depois:
São Paulo – 10 (média de 0,4 por ano)*2
Corinthians – 8 (média de 0,32 por ano)
Palmeiras – 3 (média de 0,12 por ano)
Santos – 1 (média de 0,04 por ano)

*1 - Entre a data de fundação e 1980
*2 - De 1980 até 2005

Nacionais (Difícil de usar como medidor de eficiência, por incluir diversos torneios diferentes, em várias épocas*)
São Paulo salta do 4º para o 3º lugar junto com o Santos, aqui um crescimento modesto
Antes de 1980:

Santos – 10
Palmeiras – 6
Corinthians – 4
São Paulo – 1

Depois:
Corinthians – 5
Palmeiras – 3
São Paulo – 2
Santos – 2

* Incluí somente torneios de prestígio. Antes de 1980: Campeonato Brasileiro, Rio-São Paulo, Taça Brasil e Roberto Gomes Pedrosa. Depois de 1980: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Torcida no estado de São Paulo (Segundo diversas pesquisas, a do São Paulo é a que mais cresceu no período, como reflexo dos títulos)
São Paulo salta do 4º para o 2º lugar
Antes de 1980:

Corinthians
Palmeiras
Santos
São Paulo

Depois:
Corinthians
São Paulo
Palmeiras
Santos

quarta-feira, julho 13, 2005

E na semana passada finalmente vi Dr. Strangelove (ou Doutor Fantástico, como foi traduzido). Realmente é sensacional! Acaba sendo bastante atual, se a gente comparar com o Texano que tá lá na Casa Branca há 6 anos.

Fiquei em dúvida se era melhor que Lolita ou não, mas acabei chegando à conclusão de que é melhor sim. O caipira cavalgando a bombea nuclear é totalmente antológico. Minha lista do Kubrick fica agora assim:

1 - 2001, Uma Odisséia no Espaço
2 - Laranja Mecânica
3 - Dr. Strangelove
4 - Lolita
5 - O Iluminado
6 - Barry Lyndon
7 - De Olhos Bem Fechados

terça-feira, julho 12, 2005

Ontem comecei minhas aulas de inglês. Já tava na hora, antes que eu esquecesse tudo de vez. O cara é canadense e nem cobra muito caro – 50 paus a aula, que dura umas duas horas. Na verdade, dura até a hora em que eu falo chega, porque o cara não termina nunca :-). E fala bastante, o que é um belo treino de listening.
E outra: é bem legal ver ele corrigindo cada pequeno erro, coisas estranhas que a gente fala sem saber que é esquisito pra eles (tipo "Are you going there?" sobre ir para uma festa, sendo que uma festa não é um local, e sim um evento.) Então acho que vou aprender bastante nesse negócio...

segunda-feira, julho 11, 2005

Agora tem um negocinho aí do lado com as fotos que eu vou publicando neste blog. Não deixem de acessar e comentar!

sábado, julho 09, 2005

É impressionante. Chegou até mim o vídeo da menina que morreu no Bungee Jump. Chegou por e-mail essa merda, tirando o maior barato. Até que ponto chega a falta de noção das pessoas, não dá pra acreditar...

sexta-feira, julho 08, 2005

Quarta participei, meio de ouvinte, da minha primeira reunião sobre modelagem de software. E posso dizer, o bagulho é frenético...

quinta-feira, julho 07, 2005

Não é justo, eles estavam tão felizes... Que ducha de água fria.
Mas uma coisa é certa. Eles sempre souberam que era uma questão de tempo para isso acontecer (estranhavam que não tivesse ainda acontecido), e estavam preparados, dentro do possível.

quarta-feira, julho 06, 2005

domingo, julho 03, 2005

Essa pra mim já ganhou o prêmio de melodia mais bonita dos últimos anos.

So little time
Try to understand that I'm
Trying to make a move just to stay in the game
I try to stay awake and remember my name
But everybody's changing
And I don't feel the same


É "Everybody's Changing", do Keane.

E de quebra, o timbre da voz ainda lembra muito o Brian Wilson, dos Beach Boys na época de Pet Sounds. Vejam o que acham, mas descontem alguns fatos, como: tem um efeito na voz do Brian Wilson que deixa a voz um pouco diferente; o instrumental e as músicas em si são bastante diferentes; a gravação do Keane é muito mais limpa (claro, é de 2004, enquanto que o Pet Sounds é de 1967). Mas descontando tudo isso, lembra, não??? Deixem suas opiniões nos comments.
:-)

Voz do Tom Chaplin (Keane)

Voz do Brian Wilson (Beach Boys)