sábado, abril 26, 2008

Taí um trabalho que eu acho legal pra caramba, o do Urbenauta. Teria muita vontade de fazer esse tipo de pesquisa.

Ele é jornalista e diz o seguinte sobre como teve a idéia do projeto: "Conversava com um senhor que afirmava conhecer o mundo inteiro. Aí perguntei o nome da rua que passava atrás da sua casa. Ele não sabia. Dessa situação resolvi viajar dentro da própria cidade em que morava. Foi meu primeiro desafio".

E ele usa um jogo de palavras que o Grandjean conhece muito bem :-) (ele usa em uma de suas músicas):
"Quero revelar um Brasil que pouca gente conhece, levantar questões ambientais, como a da qualidade das águas nas grandes cidades, quero mostrar que o ser humano precisa confiar no ser humano e, acima de tudo, que antes de habitar a lua, temos que entender a rua, o espaço em que vivemos. É a partir dele que decidiremos o futuro do planeta."

Gostei...

Matéria sobre ele no UOL.
Bate-papo com o figura (ótimo para conhecer os objetivos do trabalho dele).
Site do Urbenauta.
Blog, que começará a funcionar no começo da expedição deste ano.

PS: meu trabalho está tendo um pouco disso também. Ontem estive em Itaquera e São Miguel Paulista, lugares a que eu nunca tinha ido. Muito interessante, especialmente por ver que, a 50 km da minha casa, ainda tem São Paulo, com uma vida em grande parte independente do centro da cidade. Um dia, queria fazer como o Urbenauta e ir até os limites da av. Sapobemba, de Parelheiros, etc. Tenho muita vontade de conhecer pra valer os limites dessa cidade, em que eu vivo desde que nasci, mas que, no fundo, eu não conheço.

sexta-feira, abril 25, 2008

Excelente artigo do Alberto Dines sobre a crise dos alimentos. Não dá pra achar mesmo que o biocombustível, do jeito que é hoje, pode ser "A" solução energética pro mundo todo...

quinta-feira, abril 24, 2008

Trecho do livro "Os Franceses", enviado pela Lili:

"No entanto, como a vida resiste a revelar todos os seus mistérios por meio da razâo, não sobra aos franceses outro recurso senão o silêncio quando o pensamento começa adentrar naqueles terrenos pantanosos onde as palavras podem exprimir sentimentos, mas não são capazes de os justificar e sustentar racionalmente."

Parece uma descrição perfeita...

segunda-feira, abril 21, 2008

Só um adendo ao post anterior. Uma capa como essa ainda ajuda a reforçar o comportamento irracional das pessoas contra a família. Sim, porque não apenas o casal, mas inocentes, como seus filhos pequenos, pais, avós, etc., têm sofrido o cão com a reação das pessoas, que ficam o dia inteiro gritando e atirando coisas na porta da sua casa.

Tudo culpa dessa mídia sensacionalista e do nosso povo medieval... Além, é claro, da nossa Justiça, que sempre se mostra incapaz de responder prontamente à demanda da sociedade em casos como esse, fomentando a idéia da "justiça pelas próprias mãos".

domingo, abril 20, 2008

A Veja não se cansa de praticar o mau jornalismo.

Num momento em que todos os órgãos de imprensa estão tentando fazer uma cobertura que, ao mesmo tempo, mostre as provas, mas não pré-julgue categoricamente o casal acusado de matar Isabella, eles mandam a seguinte capa:



Tudo está caminhando para provar que sim, foram eles, mas esta capa, desta forma, é totalmente ilegal, segundo a lei de imprensa. E trata-se da maior revista do Brasil!

Essa é mesmo uma publicação extremamente egocêntrica em suas posições, que se acha acima do bem e do mal.

quarta-feira, abril 16, 2008

Para quem gosta de bom futebol, não essas coisas que a gente vê no Brasil nos finais de semana, seguem alguns vídeos:

Ronaldinho Gaúcho - vejam no final em câmera lenta o que ele fez
http://www.youtube.com/watch?v=yvf2jU-4mkA&feature=related

Riquelme, do Boca Juniors. O legal é o primeiro lance, repetido depois em câmera lenta.
http://www.youtube.com/watch?v=1_BbpRiZ6rc&feature=related

Romário - Os espanhóis chamam esse lance de cola de vaca. Foi eleito o gol mais bonito da história do Barça, porque foi num 5 a 0 em cima do Real Madrid, com show do Romário.
http://www.youtube.com/watch?v=UnxjJhsUbT4&feature=related

sexta-feira, abril 11, 2008

Oba!!!
No Fórum do Milton mataram a charada: Teia de Renda!! Como eu pude esquecer do nome??

E já baixei uma versão linda no violão.

Viva o Orkut!!!

quarta-feira, abril 09, 2008

Há tempos preciso saber o nome dessa música. Só sei que é do Milton Nascimento.

Aprendi a tocar na flauta na escola, quando devia ter uns 12 anos, mas nunca mais me lembrei do nome dela. Pior que vivo cantarolando, e fica na minha cabeça. E não sei nada da letra! Então resolvi que vou postar aqui e em vários fóruns do Milton pra ver se alguém me responde.

Lembro que, lá por 2001, estavam tentando inventar um software que dizia o nome da música se você cantarolasse. Infelizmente isso ainda não existe. Então, fiz uma gravação simples no violão e uma partitura pra me ajudar nesta empreitada.

Gravação:

 Milton - Desconhecido



Partitura (clicar em cima pra ver maior):



Se alguém souber, please, me responda!
Vai a Marta e pinta todos os pontos de ônibus de vermelho (cor do PT, mas também uma das cores do Estado de São Paulo). Daí vem o Kassab e pinta todos os pontos de ônibus de azul (cor do DEM, mas também uma das cores do Brasil). Importantes e prioritárias ações, realizadas com o nosso dinheiro...

Não tem jeito. O Brasil não tem política. Tem só politicagem.

terça-feira, abril 08, 2008

Esta semana, no maior campeonato de clubes do mundo, podem cair dois times de Londres e um de Roma. Mais uma vez.

Reparei ontem: nunca nenhum time de Londres, Paris, Roma ou Berlim jamais ganhou a Champions League. É incrível, as maiores capitais da Europa, o berço do futebol, não conseguem fazer um campeão continental. Ganham diversos campeonatos o pessoal de Milão, de Turim, de Liverpool, de Manchester, de Munique. Mas nada das capitais. O máximo que conseguiram foram 2 vices, em 52 competições, com Arsenal (Londres) e Roma.

No caso da Inglaterra, eu até sei explicar. É que o futebol nasceu no interior deste país, onde logo fundaram inúmeras ligas, especialmente no norte (onde surgiram os hoje grandes Liverpool e Manchester, entre outros). A cultura futebolística nesta região era muito forte. No Sul, e em Londres especialmente, o futebol foi sempre tido como mais fraco, e inclusive alijado por muito tempo das principais ligas. Isso se reflete até hoje.

Agora, o que acontece com as outras grandes capitais, aí eu teria que estudar a história do futebol em cada um destes países. Um dia, quando eu tiver bastante tempo livre, eu faço isso :-).

sábado, abril 05, 2008

3º Mandato de Lula agora é plano A. Assim não dá, já passei do meu limite com essa turma do PT.

Mais um tema em que eles se mostram iguaizinhos aos tucanos (que criaram a reeleição, podendo ser disputada pelo próprio presidente no cargo).

Se a cada presidente que tivermos aumentarmos um termo para ele no poder, daqui a pouquíssimas eleições voltaremos ao tempo da monarquia absolutista...