quarta-feira, setembro 24, 2008

E depois tem gente que diz que não entende porque os pobres gostam do Lula.

Ele e seu governo podem ter muitos defeitos, mas que estão reduzindo a pobreza no Brasil, estão. Só que, como sabemos, sem educação, isso vai encontrar um limite logo, logo...

PS: a manchete do G1 está errada. Na verdade, a diminuição ocorreu de fato entre 2002 e 2007.

domingo, setembro 21, 2008

O que você faz quando uma lâmpada queima em casa? Joga no lixo?

Parou pra pensar nos materiais que a lâmpada pode conter, e se é possível reciclá-la?

Fiquei curioso em saber, e perguntei prum vendedor do Leroy Merlin, que mal pensou antes de dizer: "joga no lixo, mesmo!".

Pois as lâmpadas fluorescentes têm mercúrio e outros materiais que contaminam o solo. Isso fora o fato de que todo material que possa ser reciclado (como vidro, latão, etc., que também estão nas lâmpadas), mesmo que não contamine nada, deve ser reciclado, para evitar seu acúmulo na natureza.

Cinco minutinhos no Google me apresentaram uma ótima solução:
Tramppo Recicla Lâmpadas

É uma empresa incubada no Cietec, da USP, como mostra esta matéria. Ganhou inclusive prêmios de inovação tecnológica.

Um dia a preguiça mental será vencida...
Rinha de galo, para a Justiça do MT, é uma legítima expressão da cultura local. Legítima expressão da barbárie local, eles deveriam dizer.

Estão indo totalmente contra leis federais bastante claras. Só quero ver quanto tempo o STF vai demorar pra ver isso. Pra falar das algemas em político e empresário safado eles são rapidíssimos...

sábado, setembro 20, 2008

Médias de público de alguns grandes times que passaram pela série B (contando apenas jogos em casa, com as suas torcidas):

Atlético-MG (2006) - 31.922 (naquele ano, média maior do que qualquer time da série A)
Palmeiras (2003) - 25.000
Corinthians (2008) - 22.249

Ou seja, no momento em que os times estavam no pior momento da sua história, precisando da ajuda da torcida, esta é uma bela medida do apoio que tiveram em troca.

Esse negócio de "Fiel Torcida" já é coisa do passado...
Que tal ouvir de um esquimó quais as conseqüências de nossos hábitos?
Muito legal!

segunda-feira, setembro 15, 2008

Mais uma sobre o absurdo da ginástica artística

quinta-feira, setembro 11, 2008

Ontem, falando em público, disse:

"O departamento X intermedeia a comunicação com o departamento y".

Na hora, pensei que estava certo. Depois, achei que tinha falado muito errado (e com certeza todo mundo deve ter achado também!).

Conferindo nas infalíveis gramáticas da minha mãe, vi que é "intermedeia" mesmo, pois o verbo "intermediar" se conjuga exatamente como o verbo "odiar"!!

Juro que não faço idéia de como acertei essa...
Hugo Chavez, Evo Morales, George W. Bush, Vladimir Putin. Como o mundo está entregue a pessoas idiotas...
Muitas vezes eu fico pensando por que os políticos não legislam de forma mais dura sobre a questão ambiental (como em coisas referentes à coleta seletiva, sistemas de vasos sanitários, etc.). Não coisas que tenham impacto absurdo sobre a economia, mas coisas simples, que impactem bastante aspectos do meio-ambiente.

Se não vejamos:
- A natureza terrestre é um dos sistemas mais complexos que conhecemos (talvez só perca para o Universo em si).
- A Lei existe para conduzir sistemas humanos complexos à harmonia, especialmente em situações em que cidadãos comuns tenham pouca ou nenhuma consciência sobre eles.
- Os cidadãos, claramente, têm pouca ou nenhuma capacidade de agir quando confrontados com consequências relacionadas à natureza
- Logo, as leis têm papel importantíssimo a desempenhar aqui

O que falta? Para mim, é óbvio que faltam mecanismos para fazer com que as leis representem mais as necessidades humanas e menos as necessidades de quem as elabora. E isso em qualquer parte do mundo (talvez um pouco menos só nos países nórdicos).

Só gostaria de saber quando isso vai mudar. Porque não temos muito tempo...

terça-feira, setembro 09, 2008

Meu Deus, como o americano médio é burro... Bastou o discurso da mulher lá (Palin) e o McCain já empatou com o Obama.

Quer dizer, eles estão ferrando com o país há 8 anos, e os americanos ainda vão votar de novo nos Republicanos!

Eu, infelizmente, acho que o Obama vai perder essa eleição...

sexta-feira, setembro 05, 2008

Ainda sobre a questão da água: se uma população equivalente à da cidade de São Paulo fizesse as ações abaixo, economizaríamos 29 bilhões de litros de água todo mês.

Não é algo a se pensar???
Eu sempre tive algo muito forte com a água. Adoro o mar (mesmo fazendo tempo que não o vejo), natação é o meu esporte predileto, rios, lagos e cachoeiras são sempre os lugares que eu mais gosto de visitar quando viajo.

Talvez seja por isso que eu seja tão encanado com essa coisa de economizar água. Tenho feito algumas coisas nesse sentido, e tem algumas outras em vista.

São 4 ações simples:

Já feito:
1 - Diminuir o banho em 5 minutos - economia de 675 litros ao mês
2 - Lavar roupa na máquina 2x a menos, no mês - economia de 54 litros ao mês

A fazer:
3 - Trocar os 2 vasos sanitários de 12 litros por modelos modernos, de 6 litros - economia de 1.800 litros ao mês
4 - Usar balde para pegar a água desperdiçada, enquanto o chuveiro esquenta - economia de 135 litros ao mês

Depois de tudo isso feito, vou ter economizado 2.664 litros todo mês!!

Agora, me digam: com todo esse impacto (1.800 litros ao mês por pessoa), como o governo não resolve financiar a troca de todos os sistemas velhos de vaso sanitário??? Ou, como eu defendo, não obriga todo mundo que pode pagar os míseros R$ 250 da troca a fazê-lo, financiando apenas os que não podem pagar.

Enfim, são coisas que ninguém comenta, e que eu não consigo entender...

quinta-feira, setembro 04, 2008

Jade Barbosa está com o pulso todo estourado, aos 17 anos. Dizem que está como o de uma pessoa de 50 anos.

E uma coisa que ninguém comenta: tem uma menor de 16 anos (idade com que elas começam a participar dos campeonatos oficiais) capacidade para decidir sacrificar o corpo em nome do esporte de competição?

Se não têm autonomia para fazer uma tatuagem, como podem se sujeitar a essa pressão física e emocional?

A ginática artística é um esporte muito bonito, mas, assim como outros, deveria repensar essa questão e estabelecer certos limites nos treinos e cargas (físicas e emocionais) exigidas a meninas e meninos tão novos.