sábado, dezembro 27, 2008

Último post do ano, com certeza o ano em que eu menos escrevi aqui.

Não por não gostar do blog, ou não ter o que escrever. Apenas porque a vida virou uma loucura total, como eu já sabia que iria acontecer, mais cedo ou mais tarde.

Ainda procuro ter as rédeas dela nas mãos o máximo que posso, mas isso acontece às custas de algumas coisas, entre elas o tempo necessário para eu parar, logar no Blogger, escrever um texto. Vez por outra ainda dá pra escrever, e assim ir cumprindo os dois maiores objetivos de eu continuar mantendo um blog depois de 6 anos: registrar um histórico da minha vida que possa ser interessante de reler depois; e incluir na Net conteúdo que possa ser relevante pra alguém, em alguma busca pelo Google.

Em 2009, a coisa vai ficar ainda mais complicada. Tive que abrir muito tempo na minha agenda para o que vem por aí. Mas é o caminho certo, é o que tem de ser feito. O importante é ter sempre em mente quais são aquelas coisas fundamentais, aquelas que nunca podem dar espaço na sua agenda pros seus objetivos profissionais. E essas eu acho que tenho plena consciência de quais são.

segunda-feira, dezembro 15, 2008

Para registrar: que linda a "montagem" de Dom Casmurro feita pelo Luiz Fernando Carvalho. Várias cenas emocionantes, uma direção de muito estilo e coragem, interpretações magníficas (em especial de Michel Melamed, que não conhecia, e que me impressionou muito). E como caiu bem a música Elephant Gun, da banda Beirut, no meio da trilha sonora. Claro, poderia citar uma ou outra coisa de que não gostei, mas no geral foi absurdamente bom. Pena que coisa assim aparecem só de ano em ano, e olhe lá, na TV aberta...

domingo, dezembro 07, 2008

Agora sobraram apenas Inter, Cruzeiro e Flamengo. Os únicos 3 grandes que nunca disputaram uma segunda divisão (ou viraram a mesa pra escapar dela...).
Com dúvidas envolvendo até ingressos pro show de Madonna (eu sempre achei muito criativo o departamento de marketing do São Paulo), temos aí um hexacampeão oficial. Mas, descontando erros de arbitragem, o campeão seria o Grêmio. Pela segunda vez em 3 anos, um time gaúcho perde um campeonato pra um paulista de forma suspeita. Esse é o nosso velho futebol...

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Putz, o futebol gaúcho é mesmo fantástico. Não é à toa que é 2 vezes campeão e 1 vice do mundo...

Parabéns, Inter!