terça-feira, março 31, 2009

Ebaa!!!

100 alunos!

Nossa escola nem bem nasceu e já é um grande sucesso!

Pra quem nunca fez nada parecido, até que tá muito bom!!
Nossa, quero tanto ver o Rubinho calar a boca do Brasil inteiro! O "pé-de-chinelo", ninguém lembra, já foi 2 vezes vice-campeão do mundo (só perdendo pro Shumacher, o melhor piloto de todos os tempos para muitos), e agora tem um excelente carro em suas mãos (já é novamente o 2º colocado no campeonato).

Rubinho não é o melhor piloto (com certeza!), mas sua carreira mostra que está longe de ser ruim, ou péssimo, como quer o populacho. Só que brasileiro gosta sempre é da zoeira, da brincadeira sem responsabilidade, e também sem o mínimo de reflexão.

Afinal, é normal as pessoas dizerem "Rubinho é muito ruim" sem saber absolutamente nada sobre Fórmula 1. É o país do pitaco, das opiniões rasteiras e idiotas.

Se ele ganhar o campeonato, será uma bela lição aos brasileiros. Vai ter muita gente que vai passar a pensar duas vezes antes de falar sobre o que não conhece.

quinta-feira, março 19, 2009

180 diretores no Senado. Realmente, é uma instituição muito complexa, o nível da pilantragem lá exige mesmo 180 diretores, cada um pra cuidar de cada tipo de roubo que eles são capazes de praticar.

Isso é um verdadeiro escândalo. Mais um pra provar por A + B que esse país, sem nenhuma dúvida, não é sério.

quinta-feira, março 12, 2009

É incrível como um jogador de 100 quilos em fim de carreira consegue deixar todos os que estão jogando no Brasil no chinelo. Os clubes do Brasil só têm mesmo a raspa do tacho.

terça-feira, março 10, 2009

Luxa só anda falando besteira. Olha só mais uma:

Como se o Palmeiras também não tivesse ganho Libertadores, não fosse o time brasileiro que mais disputou, 4 vezes finalista, e como se a nossa torcida também não se direcionasse pra essa competição... O prego ali em Libertadores é ele, e não o Palmeiras!

segunda-feira, março 09, 2009

domingo, março 08, 2009

Nunca vi uma festa familiar com duração de 11 horas! Foi a única festa de família que eu já fui que virou rave! E olha que eram japoneses. Os japoneses mais brasileiros do mundo!!

sexta-feira, março 06, 2009

Luxemburgo não sabe jogar Libertadores, definitivamente. Não entendeu plenamente o espírito do torneio. Pela quinta vez o disputa, e pela quinta vez provavelmente vai perder.

O futebol é um esporte tão legal, em grande parte, porque é tão dinâmico que se transforma quase em um esporte diferente, dependendo da região em que é jogado, da competição que está em disputa e do espírito dos jogadores em campo. Em cada situação, são necessárias competências diferentes para vencer.

Na Libertadores, por exemplo, com o tipo de jogo que encontramos na América do Sul, se ganha jogo pela raça, velocidade, objetividade, jogo pelas pontas e uma marcação forte e efetiva. Não adianta ter posse de bola, técnica pura e simples, paciência, ofensividade. E estes são justamente os atributos que o Luxemburgo gosta de trabalhar em seus times. Daí a incompatibilidade.

O próprio São Paulo de Telê, que gostava de jogar com posse de bola, era também muito veloz, objetivo e tinha os cavalos Pintado e Dinho pra dar botinada atrás. Não tem como ser diferente.

Pior, numa tentativa desesperada de se adaptar à competição, ele comete erros canhestros. Na última terça-feira, resolveu jogar com 4 (!!) zagueiros, mandando o seu time, que tem por característica natural a velocidade, jogar bola na área para ganhar o jogo com a cabeça. Mas de que adianta colocar zagueiros altos pra cabecear se o time não está acostumado a esse tipo de jogo, se não há quem saiba cruzar ali?? De que adianta um zagueiro alto como lateral esquerdo, pra cabecear, se é justamente do lateral esquerdo que se esperam os cruzamentos? Como podemos ter jogadas pelas pontas com um lateral-esquerdo que é zagueiro-brucutu??

Insistiu nas bolas altas o segundo tempo inteiro. O time jogando sempre com o velho estilo de toque de bola lento que caracteriza os seus times. Não adianta, não dá pra jogar Libertadores assim. Ele pode ganhar diversos campeonatos, mas esse, especificamente, não vai conseguir, ele não entende. A não ser que consiga se recriar como técnico nos próximos dias, até a dificílima batalha da Ilha do Retiro. Mas acho muito pouco provável que isso aconteça.

terça-feira, março 03, 2009

Não tem jeito, Luxemburgo, desiste da Libertadores. Jogo catimbado, contra time habilidoso, retrancado e malandro, não é sua praia...

Acho que foi o pior jogo que já vi do Palmeiras em Libertadores.

domingo, março 01, 2009

Que coisa, em 1 semana serei um respeitável senhor casado! Passou muito rápido! Quem imaginaria isso, alguns anos atrás?
Eu sempre sofri muito com um negócio chato pra caramba chamado afta. Sempre tive muitas, talvez por causa da ansiedade, e doíam pra caramba. Afinal, como bem sabem os alemães, "aftas ardem e dóem (e hemorroidas idem)"...

Sempre me disseram que não tem cura. Falavam pra passar bicarbonato, Omicilon-A e outros remédios, mas nada resolvia pra mim. Então, há pouco tempo, descobri um conjunto de 5 ações simples que, no meu caso, fazem com que ela não doa quase nada, mesmo que sua duração continue de 1 semana (dizem que não tem como mudar isso).

Vou postar essas ações aqui, pra que fiquem registradas caso alguém busque no Google "como curar aftas". Devem ser feitas assim que surgirem os primeiros sinais de uma afta dolorida:

1 - Interromper totalmente a ingestão de coisas ácidas (como vinagre, limão, laranja, coca-cola e refrigerantes em geral). Se só tiver suco de laranja e Coca pra beber no almoço, beba água.
2 - Iniciar a ingestão de 1 capsula de Vitamina C e 1 de Complexo B por dia
3 - Fazer 3 vezes por dia bochecho de extrato de própolis (20 gotas diluídas em meio copo de água). Beber a solução após o bochecho
4 - Em hipótese alguma mexer com a língua na afta. Seja forte!
5 - Escovar bem os dentes após ingerir qualquer coisa, mas cuidando para não mexer na afta

Essa é a receita, pra mim. E assim, foi-se o tempo em que eu tinha que ficar quase 1 semana sem falar com ninguém, de mau-humor. Porque as minhas aftas, mais do que as de qualquer alemão, ardem e dóem muuuito!!