segunda-feira, setembro 19, 2011

Alguns detalhes da estrutura do metrô de Roma. Pelo menos melhor do que esse o nosso é...


O local onde ficava o Circo Massimo, o maior estádio da Roma Antiga (cabiam umas 150 mil pessoas!). Quem não se lembra da famosa cena da corrida de bigas no Bem-Hur? Hoje virou apenas um gramado, onde fazem alguns shows, e que também serve de parque. Mas parece que tem muita coisa enterrada ainda por aí, e no futuro novas escavações podem revelar parte da arquibancada!

Maurício com olhar desconfiado perto de testar a Pati na Boca da Verdade.

A tal da boca.

Tomando vinho com grapa. E o fígado indo pro espaço...

Pessoal dançando num festival de tango que achamos do nada, na saída do restaurante.

E assim, Roma é finito...
Mais fotos...

Entrada do Castelo Sant’Angelo, visto do outro lado do Rio Tibre. Esse castelo foi originalmente construído no tempo do Imperador Adriano, no ano 123 DC!!

Vista do Rio Tibre, no alto do castelo.

“Uma refeição sem vinho é como um dia sem sol”.

O preço da sandália. Uma pechincha...

Fontana de Trevi. Lugar maravilhoso. E altamente muvucado, até de madrugada.

domingo, setembro 18, 2011

Pois é, a crise tá braba nos EUA, mesmo... Ao contrário do usual, não vemos quase nenhum americano aqui. É tudo alemão. E, claro, os brasileiros de sempre.

sábado, setembro 17, 2011

Nunca, JAMAIS pensem em sair pra conhecer um país sem um guia da Lonely Planet. São simplesmente perfeitos!

O padrão de qualidade é excelente, e todos os guias que eu testei até agora têm dicas testadas por residentes das cidades. É um diferencial pra muitos guias que a gente vê por aí, que podem ter uma arte espetacular, mas no fim não ajudam a gente no que mais precisamos (lugares bons MESMO pra comer, dormir, etc.).

Aqui em Roma, toda vez que tentamos entrar em restaurantes quaisquer só achamos aqueles "pega-turista", com tarantella ao vivo, mas macarrão duro e sem gosto. Quando fomos nos indicados pelo guia, o resultado era sempre comida de primeira por um preço justo. Por isso indico sem dó!
A Basílica de São Pedro. Não tem como ter uma igreja mais bonita que essa. Olhando por dentro eu fiquei de boca aberta por váaaarios minutos. Não tem foto que descreva a sensação de entrar nesse lugar.

Isso é apenas o teto de uma das salas dos Museus do Vaticano.

Um Café na estação Termini. Não é tão f... assim...

O lindo parque Villa Borghese.

A água tava gelaaada!

Ti e sua Erdinger... Era um pub irlandês, em Roma, e tava tocando Mutantes ("Ela é minha menina").

quinta-feira, setembro 15, 2011

Algumas fotos do passeio pela Roma Antiga, e outras do mesmo dia.

A surpreendente vista do Coliseu, ao sairmos da estação do metrô.

O coliseu por dentro.

Stadium Palatino. Aqui faziam corridas de biga.

Criptopórtico. Um túnel onde, segundo dizem, assassinaram Calígula.

O Foro Romano, centro da vida política da Roma Antiga.

Mais uma vista do Foro. Esse lugar é realmente espetacular...

E agora, uma imagem de como tudo isso seria antigamente.

No Campidoglio, fomos a um Café muito gostoso. Pena que o pombo também achou. Ele fez a festa nos pratos e copos, e os garçons deixam!

Campidoglio. Não sei por que a Patrícia sempre me pede pra eu tirar fotos dela no meio desses caras pelados...

Mais uma das imensas escadarias da cidade. Agora entendemos como eles comem tanta massa e não engordam.

Uma massa deliciosa, com ovos, na Trattoria Monti.

E a sobremesa (que como o guia diz, realmente vale um cartão postal).

Tem uma “igrejinha” ali perto do hotel... Santa Maria di Maggiore.

quarta-feira, setembro 14, 2011

Hoje foi dia de Vaticano. E posso dizer que foi a coisa mais impressionante que já vi na minha vida, feita pelo homem. A Basílica de São Pedro pra mim foi o ponto alto até agora de toda a viagem. A quantidade de arte genial dentro dela e da Capela Sistina é coisa de maluco.

Ficamos mais uma vez com os pés latejando de tanto andar, mas valeu a pena. A cada dia que a gente pensa que isso aqui não pode mais surpreender, acabamos tomando outro susto.

Ah, e hoje sim, vimos o que é uma verdadeira cantina italiana. Dino e Tony é o nome. A comida é deliciosa, e a gritaria é geral! O "garçon" (o Dino) nos atende já gritando: - Rosso ou Bianco??!!! E ai de você se não responder, que ele já vai mandando ver no Rosso + Antipasto, dizendo "Prego!!". Muito divertido, adoramos.

Mais algumas impressões sobre Roma:

- Ê, cidade barulhenta! E não é só italiano falando alto! São carros buzinando, ambulâncias, coisas caindo no chão. Como adoram fazer barulho!

- Mas que metrozinho fulero!! Só 2 linhas, estrutura super antiga. Uma cidade como essa merecia coisa melhor...

- Nunca vi tanto turista numa cidade. Paris e Londres têm muito estrangeiro, mas muitos são imigrantes, aqui é gente com mala e câmera, dando maior bandeira de turista, pra tudo quanto é lado!

- Comparando novamente com Paris e Londres: são cidades mais ricas economicamente falando, isso se vê claramente, mas não conseguem se comparar em riqueza histórica e cultural. Nos outros dias já tinha reparado isso, mas depois de ver hoje aqui os Museus do Vaticano e a Basílica de São Pedro fiquei literalmente de boca aberta (e por muuuitos minutos!!).
Algumas fotos do primeiro dia (12/9):

Il Vittoriano. Sem dúvida o monumento mais grandioso que eu já vi na vida. Mas, como já disse, destoa um pouco do resto da cidade. Mesmo assim, é lindo.

Uma igreja que nos impressionou (Santa Maria di Aracoeli). Era apenas uma portinha do lado do Il Vittoriano, e quando entramos vemos isso.

Manifestação na frente do parlamento, sobre a situação econômica européia: "Deve pagar a crise quem a provocou".

O Pantheon. Simplesmente incrível haver uma construção dessa, datada do ano de 126, no centro de uma cidade!

Na frente do Pantheon, um legionário romano atende seu celular...

Patrícia na Piazza Navona, em frente à "Fontana dei Quattro Fiumi"

terça-feira, setembro 13, 2011

Hoje o passeio foi pelas ruínas da Roma Antiga. Realmente, é louco demais andar no meio dos Foros Romanos, os locais por onde passaram Julio César, Nero, a gruta em que mataram Calígula, entrar na Curia Romana, no Coliseu. Incrível. Acho que nenhuma cidade consegue ter nada igual a isso.

O difícil foi andar 5km no meio dessas ruínas, subindo da entrada do Palatino até o Campidoglio (abaixo, de leste a oeste) com sol a pino, a quase 40º! Fritamos andando por ali. Deu pra entender por que recomendam fazer o passeio no sentido contrário, que é descida.


E para terminar, a melhor refeição que eu já fiz por aqui: Trattoria Monti! Simplesmente sensacional. O que seria de mim sem a Lonely Planet??!!!

segunda-feira, setembro 12, 2011

Hoje foi dia de um lindo passeio pelo Centro Histórico de Roma (trajeto abaixo, sentido anti-horário). Foram 3,5 km de muita história, belezas diferentes, de muitos séculos. Confirmei o que todos dizem: é uma cidade muito especial, única.


Entre as principais atrações, o Il Vittoriano (que, conforme dizem, é realmente lindo e onipresente, mas destoa um pouco do resto da cidade - combina mais com Paris, talvez), Pantheon, praças super bonitinhas como a Navona e algumas das igrejas mais lindas que já vi (Santa Andrea della Vale e Santa Maria in Aracoeli). O mais incrível aqui é que você tem que ficar atento: atrás de cada pequena porta ao seu lado pode se abrir um monumento maravilhoso. Nunca vi uma cidade assim.

Choques culturais-gastronômicos: ao pedir um café, recebemos sempre uma gota da dita bebida. Agora vimos que temos que pedir "caffè lungo". Pizza é apenas a massa (muito boa por sinal) com queijo e molho de tomate. E macarrão quase nunca tem carne...

Ah, e o nosso portuitalianhol vai dando pro gasto, sim senhor!

Em breve, fotos desse primeiro dia.